Riccardo Tisci: os desfiles mais marcantes do estilista na Givenchy

Riccardo Tisci (Foto: Divulgação)Riccardo Tisci (Foto: Divulgação)

2018 vai ser marcante para Riccardo Tisci: um ano após deixar a direção-criativa da Givenchy, que comandou por 12 anos, o italiano vai apresentar sua primeira coleção para a Burberry, onde promete uma verdadeira revolução, mudando o calendário de entregas e sistema de lançamento de coleções (seguindo o modelo de drops adotado por marcas do streetwear como a Supreme).

Revoluções não são novidade para Riccardo, que, na Givenchy, trouxe sua linguagem tão contemporânea para a casa, conquistando, com sua estética de forte veia gótica, famosas como Beyoncé, Rihanna, Cate Blanchett, Florence Welch e Rooney Mara – que viu nas coleções de Tisci para a maison francesa a ferramenta perfeita para comunicar sua nova imagem nos red carpets após ser escalada como protagonista de Os Homens que Odiavam as Mulheres.

No mês em que Riccardo Tisci comemora seus 44 anos, reunimos algumas de suas coleções mais icônicas, que lhe renderam um squad de famosas de alto calibre – e que se reuniu ao italiano na capa de nossa edição de outubro de 2015, para comemorar seus 10 anos de Givenchy. 

Riccardo Tisci na capa da Vogue de outubro de 2015 (Foto: Arquivo Vogue)Riccardo Tisci na capa da Vogue de outubro de 2015 (Foto: Arquivo Vogue)

A coleção de inverno 2008 é tida por muitos críticos como a primeira em que Riccardo Tisci se sentiu mais livre para misturar os códigos da casa com sua veia bem moderna, com um pé no gótico. Os looks que abriram o desfile, cobertos de correntes douradas, viraram hit instantâneo.

Givenchy - inverno 2008 (Foto: Getty Images)Givenchy – inverno 2008 (Foto: Getty Images)

Já a coleção de verão 2010 veio calcada numa imagem rock n’roll, firmando o blazer listrado p&b – inspirado em David Bowie – como a peça queridinha da estação nos looks de street style.

Givenchy - verão 2010 (Foto: Getty Images)Givenchy – verão 2010 (Foto: Getty Images)

Misturando a alfaiataria masculina com longos ultrafemininos, a coleção de alta-costura de verão 2010 apresentou um dos vestidos mais icônicos da história do Oscar: o longo de saia em degradê roxo usado por Zoe Saldana na premiação daquele ano.

Givenchy alta-costura - verão 2010 (Foto: Getty Images)Givenchy alta-costura – verão 2010 (Foto: Getty Images)

Firmando-se como um dos nomes mais fortes da alta-costura de sua geração, na coleção de inverno 2010 de alta-costura da Givenchy Riccardo Tisci firmou os naked dresses ultratrabalhados como tendência absoluta (e duradoura!) dos red carpets. Sua maior entusiasta? Beyoncé, que usou looks do gênero assinados por Tisci em diversas ocasiões, como os galas do Met.

Givenchy inverno 2010 - alta-costura (Foto: Divulgação)Givenchy inverno 2010 – alta-costura (Foto: Divulgação)

Inspirado pelo dançarino japonês Kazuo Ohno, Riccardo Tisci apresentou em seu verão 2011 de alta-costura uma coleção etérea, que passava longe de suas referências mais soturnas e góticas. O resultado foi uma de suas coleções mais marcantes e que, mais uma vez, foi parar no tapete vermelho do Oscar, com Cate Blanchett.

Givenchy - verão 2011 alta-costura (Foto: Divulgação)Givenchy – verão 2011 alta-costura (Foto: Divulgação)

Em 2011, Tisci, já estabelecido como uma potência da alta-costura, apresentou mais uma coleção de tirar o fôlego para o inverno daquele ano, com quase todos os looks em branco total e cobertos por pérolas, plumas e bordados. Foi desta coleção que Tisci e Kim Kardashian tiraram inspiração para o vestido de noiva da socialite, que se casou com Kanye West vestindo Givenchy em 2014, provando a atemporalidade das criações do italiano.

Givenchy - inverno 2011 alta-costura (Foto: Divulgação)Givenchy – inverno 2011 alta-costura (Foto: Divulgação)

Voltando ao prêt-à-porter, 2011 foi o ano em que Tisci lançou a icônica estampa de rottweilers nos desfiles da semana de moda de inverno masculina da casa. Os cachorros depois estamparam peças femininas e até acessórios como bolsas. Nessa época, Riccardo emplacou uma série de estampas que se tornaram desejo imediato entre homens e mulheres.

Givenchy - inverno 2011 masculino (Foto: Getty Images)Givenchy – inverno 2011 masculino (Foto: Getty Images)

Já em seu desfile de verão 2012, Tisci se desvencilhou das estampas e apresentou uma coleção que investia na alfaiataria, reinterpretando o visual surfer de um jeito sofisticado e conteporâneo. O auge? Gisele Bündchen fechando a apresentação – e depois estrelando a campanha da coleção.

Givenchy - verão 2012 (Foto: Getty Images)Givenchy – verão 2012 (Foto: Getty Images)

A coleção de alta-costura de verão 2012 pode ter sido marcada pela beleza das modelos, que exibiam piercings enormes no nariz, mas foram os vestidos – alguns que demoraram mais de 350 horas para serem concluídos – que reforçaram a maestria de Tisci como couturier.

Givenchy - verão 2012 alta-costura (Foto: Imaxtree)Givenchy – verão 2012 alta-costura (Foto: Imaxtree)

Na coleção de inverno 2013 de prêt-à-porter, Riccardo Tisci renovou seu apelo pop com mais uma estampa que se tornou febre absoluta: a de Bambi, que protagonizou um dos looks mais icônicos de sua carreira: o de moletom com saia transparente, que várias famosas usaram na época. 

Givenchy - inverno 2013 (Foto: Imaxtree)Givenchy – inverno 2013 (Foto: Imaxtree)

Comemorando seus dez anos de Givenchy em 2015, a coleção de inverno prêt-à-porter daquele ano exaltou os códigos mais fortes do legado de Riccardo Tisci para a casa: referências católicas, um estilo dark, peças com um capricho único em seus bordados e detalhes e, claro, uma beleza marcante, com toque quase agressivo.

Givenchy - inverno 2015 (Foto: Imaxtree)Givenchy – inverno 2015 (Foto: Imaxtree)

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus SPNEWS O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Notícias Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Você veste hip-hop? Costanza Pascolato atesta influência do gênero na moda

O processo criativo por trás das trilhas mais emocionantes da SPFW (Foto: Divulgação)O processo criativo por trás das trilhas mais emocionantes da SPFW (Foto: Divulgação)

Para quem faz hip-hop, falar através da música não é o suficiente – a moda também é forte via de expressão. Criado nos ano 1980, o gênero ultrapassou os limites das pick-ups e viu seu estilo explodir no universo fashion. Constanza Pascolato atesta o boom da cultura urbana.  

Sabia que você veste hip hop e não sabe? (Foto: Renan Olivetti @olivettirenan)
Você veste hip hop?  (Foto: Renan Olivetti @olivettirenan)

“Minha educação musical começou aos quatro anos, com meu pai me ensinando a escutar música clássica. Acompanhei a entrada da música negra na cultura ocidental e sei o quanto foi fundamental para todo som que foi produzido até hoje”, comentou a consultora de moda nos bastidores do SPFW

Sabia que você veste hip hop e não sabe? (Foto: Renan Olivetti @olivettirenan)
Você veste hip hop? (Foto: Renan Olivetti @olivettirenan)

Um exemplo: se você ama usar sneakers e marcas como Adidas, deve saber que a label virou sinônimo do hip-hop graças ao Run DMC (grupo de rap que causou um enorme impacto no desenvolvimento do hip hop), os primeiros a lançar uma coleção de moda icônica logo após o single My Adidas. Essa foi a primeira parceria entre uma grande empresa e o gênero musical, que abriu portas para outros grandes nomes do rap internacional como Kanye West, Pharrell Wiliams, Pusha T e Snoop Dogg.

Sabia que você veste hip hop e não sabe? (Foto: Renan Olivetti @olivettirenan)
Você veste hip hop? (Foto: Renan Olivetti @olivettirenan)

Os sneakers e os looks esportivos roubam a cena da vez, vide a febre do tênis branco e ugly sneaker que foram parar nas passarelas de grifes tradicionais, como Chanel, Balenciaga e Louis Vuitton.

“Tudo que é novo é filho do hip-hop. Se você olhar em volta, está todo mundo vestindo frutos dessa cultura em várias ocasiões da vida. Música, comportamento e moda: está tudo ligado”, finaliza.

Sabia que você veste hip hop e não sabe? (Foto: Renan Olivetti @olivettirenan)Sabia que você veste hip hop e não sabe? (Foto: Renan Olivetti @olivettirenan)

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Você veste hip-hop? Costanza Pascolato atesta influência do gênero na moda

O processo criativo por trás das trilhas mais emocionantes da SPFW (Foto: Divulgação)O processo criativo por trás das trilhas mais emocionantes da SPFW (Foto: Divulgação)

Para quem faz hip-hop, falar através da música não é o suficiente – a moda também é forte via de expressão. Criado nos ano 1980, o gênero ultrapassou os limites das pick-ups e viu seu estilo explodir no universo fashion. Constanza Pascolato atesta o boom da cultura urbana.  

Sabia que você veste hip hop e não sabe? (Foto: Renan Olivetti @olivettirenan)
Você veste hip hop?  (Foto: Renan Olivetti @olivettirenan)

“Minha educação musical começou aos quatro anos, com meu pai me ensinando a escutar música clássica. Acompanhei a entrada da música negra na cultura ocidental e sei o quanto foi fundamental para todo som que foi produzido até hoje”, comentou a consultora de moda nos bastidores do SPFW

Sabia que você veste hip hop e não sabe? (Foto: Renan Olivetti @olivettirenan)
Você veste hip hop? (Foto: Renan Olivetti @olivettirenan)

Um exemplo: se você ama usar sneakers e marcas como Adidas, deve saber que a label virou sinônimo do hip-hop graças ao Run DMC (grupo de rap que causou um enorme impacto no desenvolvimento do hip hop), os primeiros a lançar uma coleção de moda icônica logo após o single My Adidas. Essa foi a primeira parceria entre uma grande empresa e o gênero musical, que abriu portas para outros grandes nomes do rap internacional como Kanye West, Pharrell Wiliams, Pusha T e Snoop Dogg.

Sabia que você veste hip hop e não sabe? (Foto: Renan Olivetti @olivettirenan)
Você veste hip hop? (Foto: Renan Olivetti @olivettirenan)

Os sneakers e os looks esportivos roubam a cena da vez, vide a febre do tênis branco e ugly sneaker que foram parar nas passarelas de grifes tradicionais, como Chanel, Balenciaga e Louis Vuitton.

“Tudo que é novo é filho do hip-hop. Se você olhar em volta, está todo mundo vestindo frutos dessa cultura em várias ocasiões da vida. Música, comportamento e moda: está tudo ligado”, finaliza.

Sabia que você veste hip hop e não sabe? (Foto: Renan Olivetti @olivettirenan)Sabia que você veste hip hop e não sabe? (Foto: Renan Olivetti @olivettirenan)

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Meghan Markle usou brinco parecido com uma das joias favoritas da Princesa Diana

Meghan Markle (Foto: Divulgação)Meghan Markle (Foto: Divulgação)

O último dia 14 foi um grande dia para Meghan Markle na sua nova vida real. A Duquessa de Sussex compareceu sem o seu marido, o Princípe Harry, em um passeio oficial ao lado da Rainha Elizabeth II. Elas foram para a inauguração da Mersey Geteway Bridge da Storyhouse. Para a ocasão, Meghan usou um par de brincos de pérolas e diamentes, presente da própria rainha para a mais nova integrante da família.

Muitos fãs da realeza, então, foram rápidos ao comparar os brincos usados por Meghan com uma das joias favoritas da Princesa Diana, mãe de Harry. E a semelhança é realmente incrível! Aliás, essa não é a primeira vez que Meghan usa algo que traz à tona a memória de Diana. No dia do seu casamento, ela usou um anel da coleção da mãe de Harry.

Confira a semelhança entre os brincos:

Princesa Diana e Meghan Markle (Foto: Divulgação)Princesa Diana e Meghan Markle (Foto: Divulgação)

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Agencias de Modelos MG Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Renata Banhara desabafa: “Meu marido me tirou do convênio por crueldade”

Renata Banhara fica sem convênio durante tratamento médico (Foto: Acervo pessoal)Renata Banhara fica sem convênio durante tratamento médico (Foto: Acervo pessoal)

Eu era casada e estávamos juntos desde 2012. Meu ex-marido foi um excelente companheiro e antes da minha doença a gente nunca brigava. Ele é politizado, estudado, muito fino e éramos uma família feliz: eu, ele, meus dois filhos e a  filha dele.

No final de 2015, comecei a sentir fortes dores de cabeça, até que em fevereiro de 2016, meu rosto derreteu, ficou deformado. Fui a um hospital e disseram que era uma alergia. Só em abril, no hospital Albert Einstein, após passar por diversos patologistas, fui diagnosticada com uma infecção generalizada causada por uma bactéria que estava alojada no dente.

Descobriram que um canal que fiz carregava uma infecção de bactérias há 7 anos. Ela se iniciou na raiz desse dente e ficou alojada no maxilar. Tem uma corrente de oxigenação que leva tudo para a cabeça, perto do cérebro, e levou as bactérias para todo lado.

Fui internada em estado gravíssimo e logo operaram o lado direito. No mesmo final de semana, o lado esquerdo da cabeça e o joelho também passaram por cirurgia. Essa bactéria gosta das juntas do corpo, então tive que fazer várias punções. No ano seguinte, foram idas e vindas do hospital, mas eu ia sozinha, de Uber. Minhas idas ao hospital eram tidas como frescura pelo meu ex-marido.

Fui operada às pressas e, quando voltei para casa, a primeira coisa que meu então marido fez foi jogar todos os remédios fora e dizer que eu não tinha nada. “Inclusive, estou com fome. Quero jantar”, disse ele em seguida. E eu fui para o fogão totalmente anestesiada. Fiz uma sopa para ele, levei na bandeja, com um guardanapo. Quando deitei na cama, ele falou: “Você não vai fazer comida para o seu filho?”. Voltei e fiz de novo. Ovos mexidos e pipoca.

Não comi, não jantei e deitei. Só estou tendo consciência disso agora, porque nunca falei para ninguém. Era eu que precisava de um banho, medicações e comida.

Meus filhos não sabiam de nada. Eles liam sobre a infecção na mídia e eu falava que era mentira, queria protegê-los. Meu filho mais velho estava na fase de prestar vestibular, não queria prejudicá-lo. O caçula foi morar com o pai, Frank Aguiar, quando fui internada pela primeira vez. Já a filha do meu ex foi morar com a mãe, nos Estados Unidos.

Minha doença matou a relação. Ele casou com a Renata Banhara que era útil para a filha dele, nas funções do lar, e nas questões femininas para a sobrevivência dele.

Os abusos eram de todos os tipos. Ele abriu as janelas e falou: “Pula”. Não encostou em mim, só falou para pular. “Você está muito triste”, ele dizia. Antes disso, me consultei com uma psiquiatra. As dores que eu sentia eram tantas que eu queria ir embora, mas não era um caso típico de suícidio.

Renata Banhara e o rosto inchado durante processos inflamatórios da infecção no rosto (Foto: Acervo pessoal)Renata Banhara e o rosto inchado durante processos inflamatórios da infecção no rosto (Foto: Acervo pessoal)

A psiquiatra explicou: como a dor era muito forte, nem os calmantes davam conta, era só o desejo de acabar com isso. Depois de mais de três meses com dor, o ser humano corta os neurotransmissores, a serotonina, toda a anfetamina, toda a alegria. Seu cérebro fica preto.

Eu me culpei muito por estar feia, deformada e por ter engordado, mas, quando não estava no hospital, colocava um pijaminha bonito, um brinquinho e fazia as tarefas do lar mesmo com a dor. Olho para trás e vejo que fui vítima de uma grande violência psicológica.

Renata em uma das internações no hospital Albert Einstein (Foto: Acervo pessoal)Renata em uma das internações no hospital Albert Einstein (Foto: Acervo pessoal)

No começo de 2018, fiquei sabendo por meio de funcionários da nossa casa que, quando eu ficava internada, ele levava uma outra mulher para lá. Eu não culpo a menina.

Depois de uns dias com o coração apertado, olhei nos olhos dele e contei que sabia. Em seguida, ele me deu um soco. Meu filho mais velho estava em casa e me protegeu das agressões. Foi ali que decidi me separar.

Meu ex-marido me tirou do convênio em um ato de crueldade

Descobri em janeiro de 2018, quando fui ao hospital, depois que ele me bateu. Primeiro passei no IML e segui para o pronto socorro, foi aí que avisaram que o convênio tinha sido cortado.

O SUS me atende normal: hospitais cheios e médicos tentando fazer milagre. São clínicos gerais que não atendem meu caso específico, mas me dão paliativos. A primeira vez que fui no pronto-socorro, um monte de gente postou na internet que meu lugar não era ali. Mas meu lugar é ali, sim. Estou desempregada, sem convênio e doente, tenho direito.

Tomo antibióticos, corticóides e calmantes. Tem muito líquido de 2015 para sair ainda, mas as bactérias estão voltando. O lado esquerdo do meu rosto está totalmente concretado. Fiquei com fibromialgia e tenho fortes crises de dor.

Eu sou ativista contra a violência doméstica há muitos anos, mas eu esqueci do principal: o 180. A violência psicológica é muito mais grave que a física. Minha violência física durou 1h40, a psicológica já dura há mais de dois anos e eu nunca vou esquecer. Aos 43 anos, sempre falando sobre violência, esqueci o principal: procurar ajuda.

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Renata Banhara desabafa: “Meu marido me tirou do convênio por crueldade”

Renata Banhara fica sem convênio durante tratamento médico (Foto: Acervo pessoal)Renata Banhara fica sem convênio durante tratamento médico (Foto: Acervo pessoal)

Eu era casada e estávamos juntos desde 2012. Meu ex-marido foi um excelente companheiro e antes da minha doença a gente nunca brigava. Ele é politizado, estudado, muito fino e éramos uma família feliz: eu, ele, meus dois filhos e a  filha dele.

No final de 2015, comecei a sentir fortes dores de cabeça, até que em fevereiro de 2016, meu rosto derreteu, ficou deformado. Fui a um hospital e disseram que era uma alergia. Só em abril, no hospital Albert Einstein, após passar por diversos patologistas, fui diagnosticada com uma infecção generalizada causada por uma bactéria que estava alojada no dente.

Descobriram que um canal que fiz carregava uma infecção de bactérias há 7 anos. Ela se iniciou na raiz desse dente e ficou alojada no maxilar. Tem uma corrente de oxigenação que leva tudo para a cabeça, perto do cérebro, e levou as bactérias para todo lado.

Fui internada em estado gravíssimo e logo operaram o lado direito. No mesmo final de semana, o lado esquerdo da cabeça e o joelho também passaram por cirurgia. Essa bactéria gosta das juntas do corpo, então tive que fazer várias punções. No ano seguinte, foram idas e vindas do hospital, mas eu ia sozinha, de Uber. Minhas idas ao hospital eram tidas como frescura pelo meu ex-marido.

Fui operada às pressas e, quando voltei para casa, a primeira coisa que meu então marido fez foi jogar todos os remédios fora e dizer que eu não tinha nada. “Inclusive, estou com fome. Quero jantar”, disse ele em seguida. E eu fui para o fogão totalmente anestesiada. Fiz uma sopa para ele, levei na bandeja, com um guardanapo. Quando deitei na cama, ele falou: “Você não vai fazer comida para o seu filho?”. Voltei e fiz de novo. Ovos mexidos e pipoca.

Não comi, não jantei e deitei. Só estou tendo consciência disso agora, porque nunca falei para ninguém. Era eu que precisava de um banho, medicações e comida.

Meus filhos não sabiam de nada. Eles liam sobre a infecção na mídia e eu falava que era mentira, queria protegê-los. Meu filho mais velho estava na fase de prestar vestibular, não queria prejudicá-lo. O caçula foi morar com o pai, Frank Aguiar, quando fui internada pela primeira vez. Já a filha do meu ex foi morar com a mãe, nos Estados Unidos.

Minha doença matou a relação. Ele casou com a Renata Banhara que era útil para a filha dele, nas funções do lar, e nas questões femininas para a sobrevivência dele.

Os abusos eram de todos os tipos. Ele abriu as janelas e falou: “Pula”. Não encostou em mim, só falou para pular. “Você está muito triste”, ele dizia. Antes disso, me consultei com uma psiquiatra. As dores que eu sentia eram tantas que eu queria ir embora, mas não era um caso típico de suícidio.

Renata Banhara e o rosto inchado durante processos inflamatórios da infecção no rosto (Foto: Acervo pessoal)Renata Banhara e o rosto inchado durante processos inflamatórios da infecção no rosto (Foto: Acervo pessoal)

A psiquiatra explicou: como a dor era muito forte, nem os calmantes davam conta, era só o desejo de acabar com isso. Depois de mais de três meses com dor, o ser humano corta os neurotransmissores, a serotonina, toda a anfetamina, toda a alegria. Seu cérebro fica preto.

Eu me culpei muito por estar feia, deformada e por ter engordado, mas, quando não estava no hospital, colocava um pijaminha bonito, um brinquinho e fazia as tarefas do lar mesmo com a dor. Olho para trás e vejo que fui vítima de uma grande violência psicológica.

Renata em uma das internações no hospital Albert Einstein (Foto: Acervo pessoal)Renata em uma das internações no hospital Albert Einstein (Foto: Acervo pessoal)

No começo de 2018, fiquei sabendo por meio de funcionários da nossa casa que, quando eu ficava internada, ele levava uma outra mulher para lá. Eu não culpo a menina.

Depois de uns dias com o coração apertado, olhei nos olhos dele e contei que sabia. Em seguida, ele me deu um soco. Meu filho mais velho estava em casa e me protegeu das agressões. Foi ali que decidi me separar.

Meu ex-marido me tirou do convênio em um ato de crueldade

Descobri em janeiro de 2018, quando fui ao hospital, depois que ele me bateu. Primeiro passei no IML e segui para o pronto socorro, foi aí que avisaram que o convênio tinha sido cortado.

O SUS me atende normal: hospitais cheios e médicos tentando fazer milagre. São clínicos gerais que não atendem meu caso específico, mas me dão paliativos. A primeira vez que fui no pronto-socorro, um monte de gente postou na internet que meu lugar não era ali. Mas meu lugar é ali, sim. Estou desempregada, sem convênio e doente, tenho direito.

Tomo antibióticos, corticóides e calmantes. Tem muito líquido de 2015 para sair ainda, mas as bactérias estão voltando. O lado esquerdo do meu rosto está totalmente concretado. Fiquei com fibromialgia e tenho fortes crises de dor.

Eu sou ativista contra a violência doméstica há muitos anos, mas eu esqueci do principal: o 180. A violência psicológica é muito mais grave que a física. Minha violência física durou 1h40, a psicológica já dura há mais de dois anos e eu nunca vou esquecer. Aos 43 anos, sempre falando sobre violência, esqueci o principal: procurar ajuda.

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Moda consciente: como ter um guarda-roupa sustentável

Aprenda como ter um guarda-roupa sustentável (Foto: Instagram)Aprenda como ter um guarda-roupa sustentável (Foto: Instagram)

O mundo está mudando e é impossível ignorar que o nosso planeta está cada vez mais soterrado pelo excesso. O desperdício é tanto que a cultura do consumo está mudando aos poucos e a moda têm percebido essa mudança, afinal é um dos mercados mais conhecidos pelos acúmulos. O momento, então, é de pensar em ter um guarda-roupa sustentável. Mas por onde começar?

COMO TER UM GUARDA-ROUPA SUSTENTÁVEL

Investir em uma moda sustentável significa começar pensando, primeiro, em apoiar marcas que tenham uma visão amigável do meio ambiente. Ou seja, que se preocupam tanto com a origem dos materiais que usam, quanto com a mão de obra que confecciona as suas roupas (afinal, conhecemos muitos casos de marcas envolvidas com o trabalho escravo e condições de produção sub-humanas).

Talvez o passo mais assustador na hora de montar um guarda-roupa sustentável seja parar de comprar em marcas de fast fashion, que produzem muito, com condições de trabalho duvidosas e um alto índice de desperdício de materiais. O mote dessa mudança, com certeza, é qualidade acima de quantidade. Ou seja essa é uma mudança que mexe, principalmente, com o seu bolso. Mas, calma, separamos algumas dicas que podem ajudar nesse processo.

1.Quantas vezes você vai usar essa roupa?

Um teste infalível na hora de a adotar uma moda sustentável é comprar com mais consciência. Ou seja, compre apenas a peça de roupa que você tem certeza absoluta que vai usar. Uma dica de Livia Firth, fundadora da Eco Age (uma empresa que certifica marcas pela seu nível de sustentabilidade), é perguntar a si mesma ‘Eu vou usar essa peça pelo menos 30 vezes?’. Se a resposta for um confiante ‘sim!’, compre à vontade. Caso contrário, você já sabe o que fazer.

2.Informe-se!

Nos dias de hoje, é praticamente impossível você falar que não sabe como descobrir se uma marca é sustentável ou não. O truque é pesquisar e se informar antes de fazer uma compra. Muitas marcas grandes, como Stella McCartney, lideram esse movimento e são muito abertas sobre os seus sistemas de produção e uso de materiais ecológicos. Mas existem marcas nacionais que são igualmente transparentes e preocupadas com o meio ambiente. A Insecta Shoes é uma muito conhecida no ramo de calçados, e a Yes I Am Jeans cria modelos clássicos com uma paleta de cores neutras, o que diminui a necessidade de uso de produtos químicos no processo.

3.Experimente os brechós

Os brechós de Instagram já viraram uma sensação entre as mulheres, mas existem inúmeros brechós pela cidade que você pode conhecer e procurar por roupas que vão colaborar para um guarda-roupa consciente. É hora de deixar de lado esse tabu com ‘roupas antigas’ e abrir a mente para a ideia de encontrar verdadeiros achados de moda em brechós de bairro e até aqueles de Igreja, criados para arrecadar fundos.

4.Monte um guarda-roupa atemporal

Ter um armário atemporal significa que as suas roupas não estão ligadas a uma tendência que muda com o tempo – ou seja, independentemente da época, o seu closet continua válido. O atemporal varia de pessoa para pessoa, mas o mais importante é lembrar que essas peças não duram uma única estação (ou seja, não são tendências). Elas ultrapassam qualquer barreira de tempo e se mantém relevantes não importa a estação ou do que está bombando nas passarelas. Isso significa que você evita comprar roupas que vão durar pouquíssimo no seu armário e serão descartadas depois.

5.Cuide das suas roupas

Esse é um detalhe importante. Adotar uma moda sustentável significa comprar menos roupas – por isso, você precisa cuidar bem do que tem. Preste atenção às recomendações de lavagem, guarde as suas peças do jeito correto e preste atenção ao manuseio. Não custa dar aquele passo a mais para que elas durem bastante, certo?

6.Procure uma boa costureira

Muitas vezes, nós descartamos uma roupa porque perdeu um botão, ficou larga ou apertada demais, com a barra desgastada ou alguns fios soltos. Procure uma boa costureira para levar aquelas peças que precisam de pequenos reparos e dê  nova vida para esses modelos – isso também colabora para a durabilidade de uma roupa.

7.Repense como você gasta o seu dinheiro

Se a meta é um guarda-roupa sustentável, então você vai precisar repensar a forma como gasta o seu dinheiro. Agora, como a qualidade é mais importante do que a quantidade, você vai fazer investimentos em peças que vão durar mais tempo e se encaixam na sua noção de um estilo atemporal. Comprar várias blusinhas numa ida ao shopping não é mais uma opção. Ao invés disso, guarde esse dinheiro para comprar uma camisa de qualidade que você gostou muito ou aquela jaqueta incrível que você está namorando há um tempo.

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Famosos aderem campanha de doação de sangue vinculada ao Instagram

Flávia Alessandra (Foto: Reprodução/Instagram)Flávia Alessandra (Foto: Reprodução/Instagram)

Flávia Alessandra, Otaviano Costa, Ellen Roche e Mariana Weickert são os primeiros nomes, até o momento, que aderiram a campanha solidária de doação de sangue da Santa Casa de São Paulo. A ideia promovida pela isntiuição é transformar o Instagram como uma ferramenta de suporte e conscientização. Os usuários irão colocar o seu tipo sanguíneo ao lado do nome no perfil, e isso automaticamente irá dizer que você é um doador. Em caso de necessidade, o hospital poderá entrar em contato com o doador para solicitar ajuda.

Em sua publicação, a atriz Ellen Roche escreveu: “Sabia que um simples emoji pode salvar vidas? Eu mudei o meu nome no Instagram, vocês repararam? Coloquei ao lado dele um emoji com o meu tipo sanguíneo para mostrar que eu sou doadora de sangue. Você também pode colocar o seu tipo sanguíneo aqui usando os ícones O, A, B, AB, positivo e negativo, e quando a Santa Casa de Misericórdia de São Paulo precisar de um tipo de sangue específico, vai encontrar por aqui os doadores certos. #FaçaADiferença #DoeSangue #SalveVidas”

Ellen Roche (Foto: Reprodução/Instagram)Ellen Roche (Foto: Reprodução/Instagram)Otaviano Costa (Foto: Reprodução/Instagram)Otaviano Costa (Foto: Reprodução/Instagram)Mariana Weickert (Foto: Reprodução/Instagram)Mariana Weickert (Foto: Reprodução/Instagram)

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Fã de hábitos saudáveis, Meghan Markle ajudou Harry a parar de fumar

Meghan Markle e o príncipe Harry (Foto: Getty Images)Meghan Markle e o príncipe Harry (Foto: Getty Images)

Há poucos dias do casamento real, a atriz Meghan Markle está ocupada não só com a própria cerimônia, mas também em ajudar o príncipe Harry a se livrar de alguns hábitos ruins antes que a união seja oficializada.

Segundo a Vanity Fair, o filho do príncipe Charles parou de fumar em consideração à futura esposa, e também decidiu mudar um pouco a rotina para manter uma vida mais equilibrada.

Apesar do nervosismo em relação ao casamento – o que por si só seria motivo o suficiente para continuar fumando – o príncipe decidiu seguir a orientação de Meghan e lagar por completo o hábito do tabaco, simplesmente porque ela não aguenta o vício.

Além disso, ele também teria deixado de consumir tanto carboidrato e inserindo alimentos mais completos na sua alimentação diária, como quinoa e couve. Meghan é conhecida por sua alimentação super balanceada – e por ser fã de alimentos que ajudam na manutenção do corpo, como verduras e legumes – e supostamente esvaziou por completo a geladeira do noivo quando se mudou para o Nottingham Cottage, onde ele mora. Inclusive, ela ajudou Harry a deixar de comer fast food e comidas que são muito gordurosas – e até ajudou o príncipe a começar a praticar yoga.

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model