Sônia Nascimento faz parte da história do empoderamento negro

Em abril, o instituto fez 30 anos. O nome Geledés reverencia o poder feminino das deusas, na cultura ioruba. É uma ong feminista, sim, combate o sexismo e a objetificação da mulher. Mas com seu vigoroso fôlego briga por uma sociedade justa. Sem exceção, todos os avanços recentes que pretos e pardos conquistaram têm o empurrão do Geledés – e da advogada Sônia Nascimento, 66 anos, parceira da filósofa Sueli Carneiro na fundação da organização sediada em São Paulo. A dupla começou antes. Era o ano de 1972, ditadura militar, quando se conheceram trabalhando na Secretaria da Fazenda. Sônia ia ao clube dos negros, gostava na música negra, mas ainda não havia politizado o discurso. “Sueli já falava da necessidade de criarmos um grupo para discutir os problemas específicos da raça, o preconceito, as dificuldades que para nós eram muito maiores”, lembra. 

Sônia Nascimento (Foto: Silvana Martins)Sônia Nascimento (Foto: Silvana Martins)

O raciocínio fazia sentido. Sua mãe ficou viúva aos 22 anos, pôs no colo a caçula de 6 meses, deu a mão para Sônia, então com 1 ano e meio, e as levou a um internato, para ela poder trabalhar. Uma freira ia conduzindo as crianças portão adentro, mas a mulher, arrependida, arrancou as filhas, dizendo: “Elas estarão junto de mim onde eu comer e dormir.”

Empregou-se como cozinheira em um setor da Santa Casa de Misericórdia que abrigava bebês rejeitados pelos pais e criou as filhas ali. Exigia que estudassem muito por acreditar que negras só se emancipam com diploma. Aos 16 anos, Sônia recebeu da mãe folhetos de dois candidatos pretos às eleições. Ouviu: “Não conheço. Mas vamos ajudá-los a ganhar, e eles socorrerão os negros, depois”.

Choro pra valer quando vejo na rua essa garotada linda, com seus cabelos enormes, batendo no peito: ‘Sou preta, sim, com orgulho’. Elas sabem o que querem, andam com a autoestima lá em cima. Eu penso: ‘Tenho parte no empoderamento dessas meninas’

Sônia formou-se em direito. Na Ordem dos Advogados do Brasil entrou na comissão da mulher e ia à periferia dar cursos sobre direitos humanos. Acabou conhecendo o projeto de promotoras legais populares, levou a prática para o Geledés e segue capacitando interessadas em atuar nessa função e em tudo mais que empodera os negos.

O impacto do trabalho do instituto: em 1989 o racismo virou crime passível de prisão. “Muito antes, vínhamos discutimos o que queríamos colocar nesta lei, tentando influenciar deputados”, conta. A criação da primeira delegacia de crimes raciais também tem o dedo do Geledés. O mesmo aconteceu na elaboração do Estatuto Racial (2010) e na criação da Lei das Cotas (2012), que dá aos negros acesso às universidades. “Cotas ainda são muito combatidas. Para nós é questão de honra mantê-las”.

O Portal do Geledés fala recorrentemente delas entre inúmeros outros conteúdos sobre negritude, que são reproduzidos por milhares de blogs, discutidos nas escolas e universidades. “Isso me emociona. É a sensação de dever cumprido”, diz a finalista da categoria Sociedade Civil.

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Luz na passarela: Sheila Mello comemora 20 anos de Nova Loira do Tchan

Sheila Mello (Foto: Reprodução Instagram)O dia em que Sheila Mello foi eleita a Nova Loira do Tchan (Foto: Reprodução)

Há exatos 20 anos, Sheila Mello era eleita a Nova Loira do Tchan, concurso que parou o Brasil com um gigantesco processo de inscrições e votos populares durante o programa “Domingão do Faustão”. Entre homenagens de fãs e lembranças, Sheila falou sobre os momentos mais importantes da carreira.

Você já disse que era fã do É o Tchan quando se inscreveu para o concurso. Acreditava que conseguiria ficar em primeiro lugar?
Sheila Mello: Claro que eu era fã do É o Tchan, como todas as meninas da minha geração apaixonadas por dança. Inclusive já trabalhava e as músicas do Tchan embalavam meu trabalho há muito tempo! Eu não acreditava que ganharia o concurso, entrei para ganhar um carro que as 8 finalistas já teria como premiação, esse era meu objetivo!

Na época, muita gente falou que você foi escolhida apenas porque tinha o nome igual da Carvalho. Isso te incomodava?
SM: Essa fofoca é nova para mim! (risos). Eu sempre achei fantástica a marca que criamos: “As Sheilas”!

Como foi ficar famosa da noite para o dia? O que era mais incrível e a pior parte de ser famosa?
SM: Eu nunca havia pensado em ganhar tanta notoriedade, mas ser leonina e dançarina são atributos de quem ama um palco, a sensação de ser aplaudida pelo seu trabalho é uma das melhores lembranças que levarei dessa passagem. A parte que não foi legal foi perder a liberdade. Por um tempo eu não conseguia fazer coisas triviais… Mas isso ficava tão pequeno perto da magnitude da parte boa!

Quando você venceu, posou para a Playboy. Isso já estava no contrato ou foi consequência? Como foi essa experiência na época?
SM:
Estava na ficha de inscrição, mas nem dei bola, não pensei que ganharia. Só quando o Faustão anunciou meu nome é que me dei conta desta parte. E já precisei assinar o contrato lá mesmo, no camarim. Foi bem difícil, nunca tinha ficado nua nem na frente da minha mãe, tínhamos muito pudor! Mas a equipe foi tão profissional que, no terceiro dia, já estava super à vontade! O difícil foi que toda a sessão de fotos estava sendo coberta pelo “Fantástico”, então não sabia ao certo o que eles estavam filmando. Mas no final eu consegui relaxar.

Sheila Mello (Foto: Reprodução Instagram)Sheila Mello aos 40 (Foto: Reprodução Instagram)

Por que, afinal, você decidiu sair do grupo?
SM:
Eu fiquei cinco anos e meio no grupo, mas tinha muita vontade de voltar a estudar, projetar algo para meu futuro. Enquanto eu estivesse na banda seria impossível estudar. O tempo era 100% do Tchan, por isso eu decidi sair. E não me arrependo! Me formei em Artes Cênicas pela Escola de Teatro Célia Helena, fiz um ano de Educação Física na Unip e migrei para a formação em Bioenergetica pelo IABSP – essa formação foi de 4 anos e é o que eu prospecto para meu futuro, trabalhar nesta área.

Hoje você está de volta. Por quanto tempo? Por que quis voltar?
SM: Não estou exatamente de volta. Fizemos cinco apresentações para homenagear esta data muto importante, tanto para mim como para todos os envolvidos. Fizemos shows em praças específicas, não cai na estrada com a banda novamente, nunca foi o plano. As prioridades da minha vida mudaram, minha filha está em primeiro lugar e não é meu plano passar muito tempo longe dela. Comecei a trabalhar aos 12 anos e sempre soube que quando a maternidade acontecesse na minha vida, meu tempo seria dela. Por isso eu também estou longe do teatro. Esperei 33 anos por essa realização.

Na época você usava roupas bem curtas e hoje está usando figurinos mais comportados no palco. Por que a decisão?
SM: Sempre olhei para minha vida com a devida atenção, vivi bem cada fase: 20 anos, 30 anos e agora que tenho 40, quero estar integrada a todas as minhas verdades e não me sinto bem hoje usando top e shortinho.

A Sheila de 20 anos atrás e de hoje são as mesmas? O que mudou? O que permanece igual?
SM:
A vida está sempre em movimento, nada é estático. E assim eu também vivo, tento fazer projeções. Mas o que eu aprendi com esses anos é, principalmente, aproveitar e ter gratidão pelas oportunidades que lhe são dadas de presente.

Sheila Mello (Foto: Reprodução Instagram)Sheila Mello está recebendo homenagens dos fãs durante o dia inteiro (Foto: Reprodução Instagram)

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion Numero Magazine ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Maquiagem para pele negra: da base ao batom nude, saiba como escolher a sua

Daniele Da Mata é maquiadora profissional especialista em pele negra (Foto: Divulgação)Daniele Da Mata é maquiadora profissional especialista em pele negra (Foto: Divulgação)

Uma das maiores dúvida das mulheres de pele negra quando o assunto é maquiagem é: como escolher uma base. “É a pergunta que eu mais ouço”, disse Daniele da Mata,  maquiadora profissional, que conversou para tirar dúvidas e dar muitas dicas sobre o tema.

O primeiro passo é encontrar seu subtom de pele. “Essa é uma informação que as meninas não sabem muito, se você encontra o seu subtom, você acha sua base ideal”, explica Dani.

O subtom de pele é dividido em amarelo, vermelho e azul, que define se sua pele é quente ou fria. “As mulheres negras brasileiras tendem a ter a pele mais para o amarelo e vermelho, mas isso depende muito de região para a região; em Salvador e Sul de Minas, por exemplo, muitas costumam ter o subtom frio”, diz a maquiadora.

Para escolher a base certa para a pele negra você tem que descobrir seu subtom (Foto: Unsplash)Para escolher a base certa para a pele negra você tem que descobrir seu subtom (Foto: Unsplash)

Se você não sabe o subtom, a dica da Dani é observar as pessoas da sua família. “Tem índio, pessoas de pele retinta, de qual região da África seus avós vieram… isso ajuda muito. Outra dica é ir na loja e testar tudo para observar qual tom vai desaparecer entre o seu queixo, o pescoço e colo”, explica Dani. E na hora de testar, nada de passar a base na mão ou no braço, o teste deve ser feito direto no rosto.

Agora que você sabe isso, qual a única coisa que a mulher de pele negra deve evitar? base mais clara. “Porque deixa a pele mais acizentada e qualquer coisa que você coloca em cima fica pior”, diz Dani.

“A mulher negra pode usar tudo”, diz a maquiadora profissinal Dani Da Mata (Foto: Unsplash)

A maquiadora chamou atenção para um componente presente na maquiagem. “Tem que tomar cuidado com um componente que é o titânio, ele é um corante branco que estoura em todas as peles, então quanto mais tiver, mais ele vai evidenciar na pele negra. Não vai vir escrito ‘não use titânio’, mas só de você esfregar, já vai dar para perceber se o amarelo é de verdade, tipo um ocre, ou ele é meio esbranquiçado, que aí não vai servir para pele negra”, afirma Dani.

E O CORRETIVO?

Se você encontrou sua base, vai encontrar o corretivo, o pó, iluminador, blush, tudo!
“Existem três tipo de corretivo: de iluminação, de camuflagem, que deixa com cara de bonita só, e o que neutraliza, que são aqueles coloridos que esconde manchas e espinhas”, diz Dani.

A maquiadora Dani conta que para o dia a dia é melhor evitar a sombra prata (Foto: Reprodução / Instagram)A maquiadora Dani conta que para o dia a dia é melhor evitar a sombra prata (Foto: Reprodução / Instagram)

PRATA OU DOURADO?

“Prata está proibido para qualquer ser humano”, brinca ela. “É difícil de trabalhar em maquiagem social, que é a do dia a dia. Quando é passarela ou publicidade, ela funciona porque você consegue direcionar as luzes para aquele olho e tonalidade, quando não tem isso, a sombra prata não dá textura para o olho, fica uma cor chapada”, explica.

Para exemplificar quando o uso da sombra prata cai super bem, Dani lembrou do clipe de “I Like That” da cantora Janelle Monáe. “No dia a dia o melhor é usar pratas com misturinhas de marrom, para a pele negra é melhor, não deixa de ser prata, mas se aproxima ao tom da pele”, diz Dani.

O dourado fica bonito na pele negra porque é do subtom. “Por isso que é incrível, mas tentamos sair um pouco disso e usar outras cores. Tem muitas meninas negras que não usam sombra marrom, mas devemos usar sim. Todas as cores são possíveis, desde que você esfume bem e use uma de acordo com seu subtom de pele”, conta Dani.

BATOM NUDE PODE?

O subtom vai definir qual o batom nude certo para a pele negra. “É só você respeitar a cor do seu lábio, você pode fazer um contorno, deixar mais rosado ou vermelho, mas o ideal é respeitar a cor da sua boca”, explica Dani.

A mulher negra pode usar tudo, resume. “Não existe uma regra, para mim influencia o humor e a roupa que eu estou, mas temos que nos permitir testar, entrar em uma loja e ousar”.

Dani tem uma escola de maquiagem especializada em pele negra, a DaMata Make UP (Foto: Divulgação)Dani tem uma escola de maquiagem especializada em pele negra, a DaMata Make UP (Foto: Divulgação)

HIDRATAÇÃO JÁ!

Professora na escola DaMata Make UP, Dani diz que o que as mulheres negras devem fazer é hidratar a pele. “A pele negra tende a ser mais oleosa e é um benefício que a gente tem, dá um viço bonito e não vai envelhecer tão rápido“, diz.

A maquiadora aconselha a controlar a oleosidade em áreas-chave. “Geralmente o nariz, testa e queixo, e deixar o brilho natural nas outras áreas. A gente ficou tão acostumada a usar produtos matte que parece que não hidratamos a pele. Você pode ficar seca, mas tem que usar hidratante.”

A pele negra também precisa de hidratação, use produtos hidratantes e água termal (Foto: Reprodução / Instagram)A pele negra também precisa de hidratação, use produtos hidratantes e água termal (Foto: Reprodução / Instagram)

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Maquiagem para pele negra: da base ao batom nude, saiba como escolher a sua

Daniele Da Mata é maquiadora profissional especialista em pele negra (Foto: Divulgação)Daniele Da Mata é maquiadora profissional especialista em pele negra (Foto: Divulgação)

Uma das maiores dúvida das mulheres de pele negra quando o assunto é maquiagem é: como escolher uma base. “É a pergunta que eu mais ouço”, disse Daniele da Mata,  maquiadora profissional, que conversou para tirar dúvidas e dar muitas dicas sobre o tema.

O primeiro passo é encontrar seu subtom de pele. “Essa é uma informação que as meninas não sabem muito, se você encontra o seu subtom, você acha sua base ideal”, explica Dani.

O subtom de pele é dividido em amarelo, vermelho e azul, que define se sua pele é quente ou fria. “As mulheres negras brasileiras tendem a ter a pele mais para o amarelo e vermelho, mas isso depende muito de região para a região; em Salvador e Sul de Minas, por exemplo, muitas costumam ter o subtom frio”, diz a maquiadora.

Para escolher a base certa para a pele negra você tem que descobrir seu subtom (Foto: Unsplash)Para escolher a base certa para a pele negra você tem que descobrir seu subtom (Foto: Unsplash)

Se você não sabe o subtom, a dica da Dani é observar as pessoas da sua família. “Tem índio, pessoas de pele retinta, de qual região da África seus avós vieram… isso ajuda muito. Outra dica é ir na loja e testar tudo para observar qual tom vai desaparecer entre o seu queixo, o pescoço e colo”, explica Dani. E na hora de testar, nada de passar a base na mão ou no braço, o teste deve ser feito direto no rosto.

Agora que você sabe isso, qual a única coisa que a mulher de pele negra deve evitar? base mais clara. “Porque deixa a pele mais acizentada e qualquer coisa que você coloca em cima fica pior”, diz Dani.

“A mulher negra pode usar tudo”, diz a maquiadora profissinal Dani Da Mata (Foto: Unsplash)

A maquiadora chamou atenção para um componente presente na maquiagem. “Tem que tomar cuidado com um componente que é o titânio, ele é um corante branco que estoura em todas as peles, então quanto mais tiver, mais ele vai evidenciar na pele negra. Não vai vir escrito ‘não use titânio’, mas só de você esfregar, já vai dar para perceber se o amarelo é de verdade, tipo um ocre, ou ele é meio esbranquiçado, que aí não vai servir para pele negra”, afirma Dani.

E O CORRETIVO?

Se você encontrou sua base, vai encontrar o corretivo, o pó, iluminador, blush, tudo!
“Existem três tipo de corretivo: de iluminação, de camuflagem, que deixa com cara de bonita só, e o que neutraliza, que são aqueles coloridos que esconde manchas e espinhas”, diz Dani.

A maquiadora Dani conta que para o dia a dia é melhor evitar a sombra prata (Foto: Reprodução / Instagram)A maquiadora Dani conta que para o dia a dia é melhor evitar a sombra prata (Foto: Reprodução / Instagram)

PRATA OU DOURADO?

“Prata está proibido para qualquer ser humano”, brinca ela. “É difícil de trabalhar em maquiagem social, que é a do dia a dia. Quando é passarela ou publicidade, ela funciona porque você consegue direcionar as luzes para aquele olho e tonalidade, quando não tem isso, a sombra prata não dá textura para o olho, fica uma cor chapada”, explica.

Para exemplificar quando o uso da sombra prata cai super bem, Dani lembrou do clipe de “I Like That” da cantora Janelle Monáe. “No dia a dia o melhor é usar pratas com misturinhas de marrom, para a pele negra é melhor, não deixa de ser prata, mas se aproxima ao tom da pele”, diz Dani.

O dourado fica bonito na pele negra porque é do subtom. “Por isso que é incrível, mas tentamos sair um pouco disso e usar outras cores. Tem muitas meninas negras que não usam sombra marrom, mas devemos usar sim. Todas as cores são possíveis, desde que você esfume bem e use uma de acordo com seu subtom de pele”, conta Dani.

BATOM NUDE PODE?

O subtom vai definir qual o batom nude certo para a pele negra. “É só você respeitar a cor do seu lábio, você pode fazer um contorno, deixar mais rosado ou vermelho, mas o ideal é respeitar a cor da sua boca”, explica Dani.

A mulher negra pode usar tudo, resume. “Não existe uma regra, para mim influencia o humor e a roupa que eu estou, mas temos que nos permitir testar, entrar em uma loja e ousar”.

Dani tem uma escola de maquiagem especializada em pele negra, a DaMata Make UP (Foto: Divulgação)Dani tem uma escola de maquiagem especializada em pele negra, a DaMata Make UP (Foto: Divulgação)

HIDRATAÇÃO JÁ!

Professora na escola DaMata Make UP, Dani diz que o que as mulheres negras devem fazer é hidratar a pele. “A pele negra tende a ser mais oleosa e é um benefício que a gente tem, dá um viço bonito e não vai envelhecer tão rápido“, diz.

A maquiadora aconselha a controlar a oleosidade em áreas-chave. “Geralmente o nariz, testa e queixo, e deixar o brilho natural nas outras áreas. A gente ficou tão acostumada a usar produtos matte que parece que não hidratamos a pele. Você pode ficar seca, mas tem que usar hidratante.”

A pele negra também precisa de hidratação, use produtos hidratantes e água termal (Foto: Reprodução / Instagram)A pele negra também precisa de hidratação, use produtos hidratantes e água termal (Foto: Reprodução / Instagram)

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Millennials estão perdendo a virgindade mais tarde do que seus pais

sexo casal (Foto: Think Stock)Estudou revelou que 90% dos que perderam suas virgindades tinham feitos isso aos 19 anos (Foto: Think Stock)

Os millennials bebem menos álcool, tiram mais selfies e comem mais torradas com abacate do que as pessoas mais velhas. Um recente estudo revelou também que os que tem entre 18 e 34 anos fazem sexo pela primeira vez mais tarde do que as gerações anteriores.

De acordo com o estudo da University College London, uma em cada oito pessoas ainda é virgem aos 26 anos de idade. Pesquisadores rastrearam os nascidos entre 1989 e 1990, a partir dos 14 anos no Reino Unido.

Os pesquisadores sugeriram que a exposição excessiva à pornografia e o “medo da intimidade” podem ser a razão pela qual as pessoas estão optando por adiar a realização de sexo pela primeira vez.

No entanto, o estudo descobriu que mais de 90% daqueles que perderam suas virgindade tinham feito isso aos 19 anos de idade.

Lena Dunham revela ter retirado o útero para se livrar das dores da endometriose (Foto: Getty Images)Lena Dunham contou em entrevista que “estava obcecada” em perder a virgindade (Foto: Getty Images)

A produtora, diretora, atriz e escritora Lena Dunham, de 32 anos, revelou que perdeu a virgindade com quase 20 anos para o apresentador da SiriusXM, Bruce Bazzi, para seu programa “Lunch With Bruce”.

Lena perdeu a virgindade enquanto estava na universidade, no Oberlin College. “Eu estava atrasada… Eu passei por todo o primeiro ano e metade do meu segundo ano e mal beijei ninguém. Estava obcecado em fazer isso. Eu agi como ser virgem era como ter a peste. Se alguém descobrisse, ficaria chocado”, disse.

“Eu me lembro quando finalmente aconteceu… era tão desinteressante, beirando a terrível”, revelou Lena.

Os pesquisadores também descobriram que apenas um por cento dos participantes perderam suas virgindade entre 23 e 26 anos. Outro estudo do governo dos EUA de 2016, descobriu que apenas 44% das adolescentes meninas, de 12 a 18 anos, perderam suas virgindade em comparação aos 58% de estudo realizado em 1992.

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Mariana Weickert sobre dificuldade na amamentação: “Me senti a pior das mães”

Top e saia Chanel (Foto: Gil Inoue)Top e saia Chanel (Foto: Gil Inoue)

Theresa nasceu dois dias depois do aniversário de 36 anos de Mariana Weickert, no dia 19 de fevereiro de 2018, em um parto natural em um hospital de São Paulo. “Estou vivendo o melhor momento da minha vida. Olho para ela e penso como a maternidade pode ser tão linda e absurda, como o amor que sinto é imenso. Tudo parece encaixado. Não tive depressão pós-parto, meu casamento vai bem. Se tivesse adiantado o plano de ser mãe, talvez não estivesse pronta para viver isso com a entrega que tenho hoje. Claro que não tenho mais a energia dos 20 anos para correr atrás de criança, o corpo volta mais devagar… Mas quer saber? Não estou nem aí.”

VIDA REAL
Ainda atenta ao vaivém da bombinha, Mari detalha os primeiros momentos da vida com a pequena. “O parto foi lindo, natural, mas tive muitos, muitos problemas para amamentar.” Explica que a menina nasceu com sucção imatura e no terceiro dia de vida começou a tomar o leite materno – e o industrializado – na mamadeira. “A amamentação foi minha primeira frustração da maternidade”, afirma. “Todo mundo diz que é a coisa mais maravilhosa que existe. Não é. É foda. Me senti a pior das mães, um monstro, porque não tinha leite o suficiente para minha filha”, desabafa. “Quando me entregaram Theresa na maternidade, senti um enorme senso de responsabilidade. Fiquei  tão tensa com essa história do leite que não consegui curti-la. Ficava plugada na máquina de ordenha, não dava banho nem trocava fralda.”

Foi a babá, Nilza, quem a ajudou. “Quando a nenê tinha duas semanas, ela me disse: ‘Viva tua filha’. Aquilo me impactou. No dia seguinte, a agarrei. Foi ali que comecei… [chora]. O amor é uma construção. Para mim, não foi avassalador no primeiro dia”, explica. “Com o tempo, me permiti errar. Hoje, cada minuto que ela passa no meu peito é uma vitória. Tento produzir a maior quantidade possível, dou o meu melhor”, diz, com a mamadeira cheia de leite nas mãos. “Pode até não ser suficiente, mas é tudo o que posso dar.”

Trench coat Burberry (Foto: Gil Inoue)Trench coat Burberry (Foto: Gil Inoue)Mari Weickert e Theresa na casa da apresentadora, no Rio de Janeiro, onde aconteceu a sessão de fotos para Marie Claire (Parca à La Garçonne, Body Hope) (Foto: Gil Inoue)Mari Weickert e Theresa na casa da apresentadora, no Rio de Janeiro, onde aconteceu a sessão de fotos para Marie Claire (Parca à La Garçonne, Body Hope) (Foto: Gil Inoue)Vestido Dolce & Gabbana (Foto: Gil Inoue)Vestido Dolce & Gabbana (Foto: Gil Inoue)

Edição de moda Larissa Lucchese / Produção-executiva Vandeca Zimmermann / Beleza: Daniel Hernandez (MLages) com produtos Chanel (Maquiagem) e Redken (Cabelo) / Styling: André Puertas / Assistente de beleza: Otávio Almeida / Assistentes de fotografia: Shopia Linares, Renato Gonçalves e Paulo Pompeia / Tratamento de imagem: Bruno Rezende

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Renata Banhara desabafa: “Meu marido me tirou do convênio por crueldade”

Renata Banhara fica sem convênio durante tratamento médico (Foto: Acervo pessoal)Renata Banhara fica sem convênio durante tratamento médico (Foto: Acervo pessoal)

Eu era casada e estávamos juntos desde 2012. Meu ex-marido foi um excelente companheiro e antes da minha doença a gente nunca brigava. Ele é politizado, estudado, muito fino e éramos uma família feliz: eu, ele, meus dois filhos e a  filha dele.

No final de 2015, comecei a sentir fortes dores de cabeça, até que em fevereiro de 2016, meu rosto derreteu, ficou deformado. Fui a um hospital e disseram que era uma alergia. Só em abril, no hospital Albert Einstein, após passar por diversos patologistas, fui diagnosticada com uma infecção generalizada causada por uma bactéria que estava alojada no dente.

Descobriram que um canal que fiz carregava uma infecção de bactérias há 7 anos. Ela se iniciou na raiz desse dente e ficou alojada no maxilar. Tem uma corrente de oxigenação que leva tudo para a cabeça, perto do cérebro, e levou as bactérias para todo lado.

Fui internada em estado gravíssimo e logo operaram o lado direito. No mesmo final de semana, o lado esquerdo da cabeça e o joelho também passaram por cirurgia. Essa bactéria gosta das juntas do corpo, então tive que fazer várias punções. No ano seguinte, foram idas e vindas do hospital, mas eu ia sozinha, de Uber. Minhas idas ao hospital eram tidas como frescura pelo meu ex-marido.

Fui operada às pressas e, quando voltei para casa, a primeira coisa que meu então marido fez foi jogar todos os remédios fora e dizer que eu não tinha nada. “Inclusive, estou com fome. Quero jantar”, disse ele em seguida. E eu fui para o fogão totalmente anestesiada. Fiz uma sopa para ele, levei na bandeja, com um guardanapo. Quando deitei na cama, ele falou: “Você não vai fazer comida para o seu filho?”. Voltei e fiz de novo. Ovos mexidos e pipoca.

Não comi, não jantei e deitei. Só estou tendo consciência disso agora, porque nunca falei para ninguém. Era eu que precisava de um banho, medicações e comida.

Meus filhos não sabiam de nada. Eles liam sobre a infecção na mídia e eu falava que era mentira, queria protegê-los. Meu filho mais velho estava na fase de prestar vestibular, não queria prejudicá-lo. O caçula foi morar com o pai, Frank Aguiar, quando fui internada pela primeira vez. Já a filha do meu ex foi morar com a mãe, nos Estados Unidos.

Minha doença matou a relação. Ele casou com a Renata Banhara que era útil para a filha dele, nas funções do lar, e nas questões femininas para a sobrevivência dele.

Os abusos eram de todos os tipos. Ele abriu as janelas e falou: “Pula”. Não encostou em mim, só falou para pular. “Você está muito triste”, ele dizia. Antes disso, me consultei com uma psiquiatra. As dores que eu sentia eram tantas que eu queria ir embora, mas não era um caso típico de suícidio.

Renata Banhara e o rosto inchado durante processos inflamatórios da infecção no rosto (Foto: Acervo pessoal)Renata Banhara e o rosto inchado durante processos inflamatórios da infecção no rosto (Foto: Acervo pessoal)

A psiquiatra explicou: como a dor era muito forte, nem os calmantes davam conta, era só o desejo de acabar com isso. Depois de mais de três meses com dor, o ser humano corta os neurotransmissores, a serotonina, toda a anfetamina, toda a alegria. Seu cérebro fica preto.

Eu me culpei muito por estar feia, deformada e por ter engordado, mas, quando não estava no hospital, colocava um pijaminha bonito, um brinquinho e fazia as tarefas do lar mesmo com a dor. Olho para trás e vejo que fui vítima de uma grande violência psicológica.

Renata em uma das internações no hospital Albert Einstein (Foto: Acervo pessoal)Renata em uma das internações no hospital Albert Einstein (Foto: Acervo pessoal)

No começo de 2018, fiquei sabendo por meio de funcionários da nossa casa que, quando eu ficava internada, ele levava uma outra mulher para lá. Eu não culpo a menina.

Depois de uns dias com o coração apertado, olhei nos olhos dele e contei que sabia. Em seguida, ele me deu um soco. Meu filho mais velho estava em casa e me protegeu das agressões. Foi ali que decidi me separar.

Meu ex-marido me tirou do convênio em um ato de crueldade

Descobri em janeiro de 2018, quando fui ao hospital, depois que ele me bateu. Primeiro passei no IML e segui para o pronto socorro, foi aí que avisaram que o convênio tinha sido cortado.

O SUS me atende normal: hospitais cheios e médicos tentando fazer milagre. São clínicos gerais que não atendem meu caso específico, mas me dão paliativos. A primeira vez que fui no pronto-socorro, um monte de gente postou na internet que meu lugar não era ali. Mas meu lugar é ali, sim. Estou desempregada, sem convênio e doente, tenho direito.

Tomo antibióticos, corticóides e calmantes. Tem muito líquido de 2015 para sair ainda, mas as bactérias estão voltando. O lado esquerdo do meu rosto está totalmente concretado. Fiquei com fibromialgia e tenho fortes crises de dor.

Eu sou ativista contra a violência doméstica há muitos anos, mas eu esqueci do principal: o 180. A violência psicológica é muito mais grave que a física. Minha violência física durou 1h40, a psicológica já dura há mais de dois anos e eu nunca vou esquecer. Aos 43 anos, sempre falando sobre violência, esqueci o principal: procurar ajuda.

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Renata Banhara desabafa: “Meu marido me tirou do convênio por crueldade”

Renata Banhara fica sem convênio durante tratamento médico (Foto: Acervo pessoal)Renata Banhara fica sem convênio durante tratamento médico (Foto: Acervo pessoal)

Eu era casada e estávamos juntos desde 2012. Meu ex-marido foi um excelente companheiro e antes da minha doença a gente nunca brigava. Ele é politizado, estudado, muito fino e éramos uma família feliz: eu, ele, meus dois filhos e a  filha dele.

No final de 2015, comecei a sentir fortes dores de cabeça, até que em fevereiro de 2016, meu rosto derreteu, ficou deformado. Fui a um hospital e disseram que era uma alergia. Só em abril, no hospital Albert Einstein, após passar por diversos patologistas, fui diagnosticada com uma infecção generalizada causada por uma bactéria que estava alojada no dente.

Descobriram que um canal que fiz carregava uma infecção de bactérias há 7 anos. Ela se iniciou na raiz desse dente e ficou alojada no maxilar. Tem uma corrente de oxigenação que leva tudo para a cabeça, perto do cérebro, e levou as bactérias para todo lado.

Fui internada em estado gravíssimo e logo operaram o lado direito. No mesmo final de semana, o lado esquerdo da cabeça e o joelho também passaram por cirurgia. Essa bactéria gosta das juntas do corpo, então tive que fazer várias punções. No ano seguinte, foram idas e vindas do hospital, mas eu ia sozinha, de Uber. Minhas idas ao hospital eram tidas como frescura pelo meu ex-marido.

Fui operada às pressas e, quando voltei para casa, a primeira coisa que meu então marido fez foi jogar todos os remédios fora e dizer que eu não tinha nada. “Inclusive, estou com fome. Quero jantar”, disse ele em seguida. E eu fui para o fogão totalmente anestesiada. Fiz uma sopa para ele, levei na bandeja, com um guardanapo. Quando deitei na cama, ele falou: “Você não vai fazer comida para o seu filho?”. Voltei e fiz de novo. Ovos mexidos e pipoca.

Não comi, não jantei e deitei. Só estou tendo consciência disso agora, porque nunca falei para ninguém. Era eu que precisava de um banho, medicações e comida.

Meus filhos não sabiam de nada. Eles liam sobre a infecção na mídia e eu falava que era mentira, queria protegê-los. Meu filho mais velho estava na fase de prestar vestibular, não queria prejudicá-lo. O caçula foi morar com o pai, Frank Aguiar, quando fui internada pela primeira vez. Já a filha do meu ex foi morar com a mãe, nos Estados Unidos.

Minha doença matou a relação. Ele casou com a Renata Banhara que era útil para a filha dele, nas funções do lar, e nas questões femininas para a sobrevivência dele.

Os abusos eram de todos os tipos. Ele abriu as janelas e falou: “Pula”. Não encostou em mim, só falou para pular. “Você está muito triste”, ele dizia. Antes disso, me consultei com uma psiquiatra. As dores que eu sentia eram tantas que eu queria ir embora, mas não era um caso típico de suícidio.

Renata Banhara e o rosto inchado durante processos inflamatórios da infecção no rosto (Foto: Acervo pessoal)Renata Banhara e o rosto inchado durante processos inflamatórios da infecção no rosto (Foto: Acervo pessoal)

A psiquiatra explicou: como a dor era muito forte, nem os calmantes davam conta, era só o desejo de acabar com isso. Depois de mais de três meses com dor, o ser humano corta os neurotransmissores, a serotonina, toda a anfetamina, toda a alegria. Seu cérebro fica preto.

Eu me culpei muito por estar feia, deformada e por ter engordado, mas, quando não estava no hospital, colocava um pijaminha bonito, um brinquinho e fazia as tarefas do lar mesmo com a dor. Olho para trás e vejo que fui vítima de uma grande violência psicológica.

Renata em uma das internações no hospital Albert Einstein (Foto: Acervo pessoal)Renata em uma das internações no hospital Albert Einstein (Foto: Acervo pessoal)

No começo de 2018, fiquei sabendo por meio de funcionários da nossa casa que, quando eu ficava internada, ele levava uma outra mulher para lá. Eu não culpo a menina.

Depois de uns dias com o coração apertado, olhei nos olhos dele e contei que sabia. Em seguida, ele me deu um soco. Meu filho mais velho estava em casa e me protegeu das agressões. Foi ali que decidi me separar.

Meu ex-marido me tirou do convênio em um ato de crueldade

Descobri em janeiro de 2018, quando fui ao hospital, depois que ele me bateu. Primeiro passei no IML e segui para o pronto socorro, foi aí que avisaram que o convênio tinha sido cortado.

O SUS me atende normal: hospitais cheios e médicos tentando fazer milagre. São clínicos gerais que não atendem meu caso específico, mas me dão paliativos. A primeira vez que fui no pronto-socorro, um monte de gente postou na internet que meu lugar não era ali. Mas meu lugar é ali, sim. Estou desempregada, sem convênio e doente, tenho direito.

Tomo antibióticos, corticóides e calmantes. Tem muito líquido de 2015 para sair ainda, mas as bactérias estão voltando. O lado esquerdo do meu rosto está totalmente concretado. Fiquei com fibromialgia e tenho fortes crises de dor.

Eu sou ativista contra a violência doméstica há muitos anos, mas eu esqueci do principal: o 180. A violência psicológica é muito mais grave que a física. Minha violência física durou 1h40, a psicológica já dura há mais de dois anos e eu nunca vou esquecer. Aos 43 anos, sempre falando sobre violência, esqueci o principal: procurar ajuda.

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Meghan Markle aparece em programa os 12 anos defendendo igualdade de gênero

Meghan Markle (Foto: Reprodução)Meghan Markle (Foto: Reprodução)

Parece que a agora esposa do príncipe Harry e duquesa de Sussex, Meghan Markle, era ligada à questões importantes para a sociedade desde cedo. Em um vídeo da década de 90, publicado pela NickSplat no Facebook, a pequena Meghan com então 12 anos aparece em um programa do canal Nickelodeon defendendo a igualdade de gênero.

No programa ‘Nick News’, Meghan aparece ao lado de colegas da mesma faixa etária assistindo a um comercial de televisão que dizia: “As mulheres estão lutando com panelas e frigideiras gordurosas”. Ela, então, comenta: “Quando vi o comercial pela primeira vez, eu sabia que algo precisava ser feito porque eu fiquei furiosa. Eu disse, espere um minuto, como alguém poderia dizer isso? E eu acho que vou escrever uma carta … [Como os meninos da minha turma disseram ‘é onde as mulheres pertencem, na cozinha’], sinto que eles estão crescendo e pensando que as meninas são menos do que eles; em como os meninos são melhores que as meninas”.

Meghan, então, escreveu para a empresa do comercial, a Procter & Gamble, e perguntou se eles poderiam mudar a palavra ‘mulheres’ por ‘pessoas’ na propaganda. Três meses depois seu pedido foi concebido. Não é incrível?!

“Se você vê algo que não gosta ou te ofende na televisão ou em qualquer outro lugar, escreva cartas e envie-as para as pessoas certas e você pode realmente fazer a diferença, não apenas para si mesmo, mas para muitas outras pessoas”, finalizou Meghan. 

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Leandro Hassum faz piada com a falta de atenção da filha: “Pai de menina avoada? Esse sou eu”

Leandro Hassum e família (Foto: Reprodução/Instagram)Leandro Hassum e família (Foto: Reprodução/Instagram)

Leandro Hassum compartilhou com seus seguidores um momento “divertido”. Após sua filha ir para o colégio, ele encontrou nas redondezas da sua casa o tênis da garota que ela tinha deixado em cima do veículo. Ele não explicou se ela acabou indo sem nenhum sapato, mas obviamente Hassum não poderia perder a piada.

“Essa é minha filha gente. Saiu para ir pro colégio, pegou o carro, botou o tênis em cima do carro assim ó (explicando), porque não anda com sapato dentro de casa. Botou o tênis em cima do carro assim. Foi embora e esqueceu de tirar. Perdeu na estrada. Fui caminhar e achei. Essa é a Pietra. Show né?!”, ele diz.

Atualização

Após a história chamar tanta atenção dos seguidores, Hassum explicou melhor o que tinha acontecido. Ao ver na rede social da sua filha que ela havia esquecido o tênis em cima do carro, o ator foi fazer uma caminhada perto de uma autoestrada (local onde sempre faz isso) e lá encontrou o objeto. Para completar, ele explicou que a filha não ficou descalça, porque o carro é como uma sapataria; ela apenas escolheu outro par.

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model