Homens reclamam na internet por Tom Brady ser chamado de “marido de Gisele”

Gisele e Tom são casados desde 2009 e têm dois filhos, Vivian e Lake Brady (Foto: Getty Images)Gisele e Tom são casados desde 2009 e têm dois filhos, Vivian e Benjamin Brady (Foto: Getty Images)

Nessa quinta-feira (28), fãs de Tom Brady se revoltaram no Facebook por conta de uma notícia envolvendo a über model Gisele Bündchen e o craque, marido dela. O título da notícia em questão se referia a Brady como “marido de Gisele”. O que de fato ele é: os dois são casados há nove anos. 

Os fãs reclamaram que o título desmerecia a grandeza do quarterback do New England Patriots. O curioso é que, na maioria das vezes, mulheres são retratadas pela imprensa, em referência a quem são casadas ou namoram, mesmo quando são tão famosas quanto os maridos.

Leitores homens não ficaram felizes em ver Tom Brady sendo chamado de marido de alguém (Foto: Reprodução/Facebook)Leitores homens não ficaram felizes em ver Tom Brady sendo chamado de marido de alguém (Foto: Reprodução/Facebook)

Quando George Clooney assumiu o romance com a atual mulher, Amal Clooney, em 2014, ela também foi – e ainda é – chamada de “namorada/mulher de George Clooney”, por exemplo. Amal é uma respeitada advogada internacional, formada na Universidade de Oxford e mestre em Direitos Humanos. Ela trabalhou em casos como o de Julian Assange, fundador do WikiLeaks, e é conselheira do ex-secretário-geral das Nações Unidas, Kofi Annan

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Selva Almada critica peso da religião em legalização de aborto no Brasil

Mulheres argentinas vão às ruas para protestar pela legalização do aborto no país (Foto: Getty Images)Mulheres argentinas vão às ruas para protestar pela legalização do aborto no país (Foto: Getty Images)

“Educação sexual para decidir, anticoncepcionais para não abortar, aborto legal para não morrer”. Foi sob essas palavras de ordem que 129 deputadas e deputados argentinos aprovaram a descriminalização do aborto no país.

Em votação acirrada, indefinida até os últimos minutos, o projeto de lei que defende a legalização da interrupção voluntária da gravidez até a 14ª semana passou pela Câmara dos Deputados, em Buenos Aires, e agora segue para o Senado. “Havendo aprovação no Senado, existe uma terceira instância, a sanção presidencial. O presidente Mauricio Macri já se pronunciou publicamente dizendo que não iria exercer seu direito de veto, mas não há como ter certeza até o fim do processo todo”, explica a advogada argentina Ana Casarin.

Macri tem dez dias para vetar. Se não o fizer, a lei deve ser publicada no Boletim Oficial e, se não for estipulado um prazo diferente no próprio texto, ela passará a ter vigência oito dias após a publicação. “Porém, para o efetivo exercício do direito, para que as mulheres possam ir na rede pública e ter acesso ao aborto num hospital público, de maneira gratuita e segura, a lei ainda precisa ser regulamentada”, esclarece Ana.

Em entrevista, a escritora argentina Selva Almada, que se opõe ao atual governo, disse que Macri fez o que qualquer governante deve fazer: colocar suas crenças pessoais de lado, abrir o debate, permitir que os cidadãos se pronunciem e que os legisladores trabalhem. “Não sei quais são suas razões mais íntimas, e também não me importo. Há algumas horas, 129 deputados votaram a favor da legalização do aborto graças à luta das mulheres nas ruas.”

Uma das convidadas da Feira Literária de Paraty (Flip) deste ano, Almada é autora do livro do livro Garotas Mortas (ed. Todavia, 128 págs., R$ 40,90), investigação sobre três feminicídios que ocorreram na Argentina logo após a redemocratização do país.  

A escritora argentina Selva Almada (Foto: Divulgação)A escritora argentina Selva Almada (Foto: Divulgação)

Mortes maternas

“A clandestinidade mata”, pontuou a deputada argentina Victoria Donda Perez na defesa de seu voto. Seu pensamento é amplamente difundido entre as mulheres do país, que fazem questão de reforçar que essa batalha já vem sendo travada há anos. “Nos últimos meses, o debate se deu aos gritos, em voz alta, mas não começou agora. Podemos dizer que agora tomou a sociedade. Todos e todas nos animamos a falar de algo que era um segredo aberto: o aborto existe, são 500 mil por ano, a questão é descriminalizá-lo”, defende Almada.

Segundo a Anistia Internacional, o aborto é a principal causa de morte materna (quando mulheres morrem durante ou até 42 dias após o término da gestação, independentemente da duração ou localização da gravidez) em 17 das 24 províncias argentinas.

“Apesar de a geração da vida exigir duas pessoas, os ônus da gravidez recaem única e exclusivamente sobre a mulher”, diz a advogada Marina Ganzarolli, fundadora da rede feminista de juristas deFEMde. A descriminalização da prática traria a “melhora dos índices de mortalidade materna e dos indicadores gerais de saúde sexual e reprodutiva das mulheres.”

Do lado de cá da fronteira

No Brasil, o aborto é crime para o qual existem três exceções: quando há risco de morte para a mãe, quando a gravidez é decorrente de estupro e em casos de feto anencéfalo. “Duas delas são legais, escritas no código penal. A terceira foi conquistada por jurisprudência, por decisão do Supremo Tribunal Federal”, explica Marina.

Todas as outras possibilidades são criminalizadas. “Isso faz com que agentes de saúde, médicos e enfermeiros tenham receio de realizar o procedimento, inclusive em casos legais. Muitos alegam objeção de consciência e não garantem a lei. Em alguns estados, essa é a primeira causa da morte materna, como por exemplo na Bahia, que é o estado com mais mulheres negras no Brasil.”

“O aborto já existe para mulheres brancas com privilégios econômicos. Então, quando a gente fala de direito ao aborto, fala de direito à vida”

Para ela, a questão ainda vai além da saúde pública e recai na liberdade e autonomia sobre o corpo. “Um dos mitos que envolvem o debate é que a legalização geraria um aumento no número de procedimentos, o que é a maior falácia do universo. Países que legalizaram o aborto e têm extensas pesquisas baseadas em evidências viram o número cair”, pontua.

Diferentemente da Argentina, pesquisas apontam que o tema do aborto divide opiniões entre a população brasileira, mas a maioria ainda é contra. Um levantamento do Latinobarômetro de 2015 aponta que 50,3% dos brasileiros defendem que o aborto “nunca é justificável”.

Brasileira também protestaram pelos direitos das mulheres em setembro de 2017 (Foto: Getty Images)Brasileira também protestaram pelos direitos das mulheres em setembro de 2017 (Foto: Getty Images)

Selva Almada acredita que o fato se dá pela influência da igreja no país. “Além do enorme peso da igreja católica, vocês também têm a popularidade da igreja evangélica”, diz. Na Argentina, existe uma melhor separação entre a igreja e o Estado. “No papel, somos países laicos, mas na prática, infelizmente, o catolicismo pesa nas decisões do Estado.”

“Espero que a Argentina abra um precedente para outros países da América Latina, porque obviamente não somos o único país em que as mulheres pobres morrem por abortar clandestinamente”

ADPF 442

A ministra Rosa Weber, relatora da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 442, convocou uma audiência pública para debater a criminalização do aborto até a 12ª semana de gestação. O objetivo é que o STF exclua do Código Penal a interrupção da gestação induzida e voluntária nas primeiras 12 semanas.

Marina Ganzarolli diz que a decisão na Argentina é positiva para o Brasil. “O principal impacto é movimentar a esfera pública e o debate na mídia, na família e nas escolas sobre a necessidade de rever a política pública e o acesso aos direitos sexuais reprodutivos das mulheres.”

Dado o atual contexto político do Brasil, no entanto, Marina não acredita que esse direito seja conquistado neste momento. “O STF não quer se colocar na berlinda com tamanha instabilidade política e ainda não tem maioria para ampliar, legalizar e descriminalizar o aborto no Brasil.”

A advogada Vivian Ferreira, também integrante da deFEMde, destaca ainda a falta de tempo hábil para a aprovação de uma pauta como essa antes das eleições e o desinteresse do governo Temer na pauta. “A questão é bastante polêmica e o governo está em uma condição complicada do ponto de vista de legitimidade, com baixíssimo índice de aprovação. Não poderia correr o risco de perder o apoio dos setores conservadores, que o sustentam, a poucos meses do processo eleitoral”, diz.

A audiência pública será realizada no plenário da 1ª Turma do Supremo, nos próximos dias 3 e 6 de agosto, a partir das 8h40.

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Agencias de Modelos BH Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Selva Almada critica peso da religião em legalização de aborto no Brasil

Mulheres argentinas vão às ruas para protestar pela legalização do aborto no país (Foto: Getty Images)Mulheres argentinas vão às ruas para protestar pela legalização do aborto no país (Foto: Getty Images)

“Educação sexual para decidir, anticoncepcionais para não abortar, aborto legal para não morrer”. Foi sob essas palavras de ordem que 129 deputadas e deputados argentinos aprovaram a descriminalização do aborto no país.

Em votação acirrada, indefinida até os últimos minutos, o projeto de lei que defende a legalização da interrupção voluntária da gravidez até a 14ª semana passou pela Câmara dos Deputados, em Buenos Aires, e agora segue para o Senado. “Havendo aprovação no Senado, existe uma terceira instância, a sanção presidencial. O presidente Mauricio Macri já se pronunciou publicamente dizendo que não iria exercer seu direito de veto, mas não há como ter certeza até o fim do processo todo”, explica a advogada argentina Ana Casarin.

Macri tem dez dias para vetar. Se não o fizer, a lei deve ser publicada no Boletim Oficial e, se não for estipulado um prazo diferente no próprio texto, ela passará a ter vigência oito dias após a publicação. “Porém, para o efetivo exercício do direito, para que as mulheres possam ir na rede pública e ter acesso ao aborto num hospital público, de maneira gratuita e segura, a lei ainda precisa ser regulamentada”, esclarece Ana.

Em entrevista, a escritora argentina Selva Almada, que se opõe ao atual governo, disse que Macri fez o que qualquer governante deve fazer: colocar suas crenças pessoais de lado, abrir o debate, permitir que os cidadãos se pronunciem e que os legisladores trabalhem. “Não sei quais são suas razões mais íntimas, e também não me importo. Há algumas horas, 129 deputados votaram a favor da legalização do aborto graças à luta das mulheres nas ruas.”

Uma das convidadas da Feira Literária de Paraty (Flip) deste ano, Almada é autora do livro do livro Garotas Mortas (ed. Todavia, 128 págs., R$ 40,90), investigação sobre três feminicídios que ocorreram na Argentina logo após a redemocratização do país.  

A escritora argentina Selva Almada (Foto: Divulgação)A escritora argentina Selva Almada (Foto: Divulgação)

Mortes maternas

“A clandestinidade mata”, pontuou a deputada argentina Victoria Donda Perez na defesa de seu voto. Seu pensamento é amplamente difundido entre as mulheres do país, que fazem questão de reforçar que essa batalha já vem sendo travada há anos. “Nos últimos meses, o debate se deu aos gritos, em voz alta, mas não começou agora. Podemos dizer que agora tomou a sociedade. Todos e todas nos animamos a falar de algo que era um segredo aberto: o aborto existe, são 500 mil por ano, a questão é descriminalizá-lo”, defende Almada.

Segundo a Anistia Internacional, o aborto é a principal causa de morte materna (quando mulheres morrem durante ou até 42 dias após o término da gestação, independentemente da duração ou localização da gravidez) em 17 das 24 províncias argentinas.

“Apesar de a geração da vida exigir duas pessoas, os ônus da gravidez recaem única e exclusivamente sobre a mulher”, diz a advogada Marina Ganzarolli, fundadora da rede feminista de juristas deFEMde. A descriminalização da prática traria a “melhora dos índices de mortalidade materna e dos indicadores gerais de saúde sexual e reprodutiva das mulheres.”

Do lado de cá da fronteira

No Brasil, o aborto é crime para o qual existem três exceções: quando há risco de morte para a mãe, quando a gravidez é decorrente de estupro e em casos de feto anencéfalo. “Duas delas são legais, escritas no código penal. A terceira foi conquistada por jurisprudência, por decisão do Supremo Tribunal Federal”, explica Marina.

Todas as outras possibilidades são criminalizadas. “Isso faz com que agentes de saúde, médicos e enfermeiros tenham receio de realizar o procedimento, inclusive em casos legais. Muitos alegam objeção de consciência e não garantem a lei. Em alguns estados, essa é a primeira causa da morte materna, como por exemplo na Bahia, que é o estado com mais mulheres negras no Brasil.”

“O aborto já existe para mulheres brancas com privilégios econômicos. Então, quando a gente fala de direito ao aborto, fala de direito à vida”

Para ela, a questão ainda vai além da saúde pública e recai na liberdade e autonomia sobre o corpo. “Um dos mitos que envolvem o debate é que a legalização geraria um aumento no número de procedimentos, o que é a maior falácia do universo. Países que legalizaram o aborto e têm extensas pesquisas baseadas em evidências viram o número cair”, pontua.

Diferentemente da Argentina, pesquisas apontam que o tema do aborto divide opiniões entre a população brasileira, mas a maioria ainda é contra. Um levantamento do Latinobarômetro de 2015 aponta que 50,3% dos brasileiros defendem que o aborto “nunca é justificável”.

Brasileira também protestaram pelos direitos das mulheres em setembro de 2017 (Foto: Getty Images)Brasileira também protestaram pelos direitos das mulheres em setembro de 2017 (Foto: Getty Images)

Selva Almada acredita que o fato se dá pela influência da igreja no país. “Além do enorme peso da igreja católica, vocês também têm a popularidade da igreja evangélica”, diz. Na Argentina, existe uma melhor separação entre a igreja e o Estado. “No papel, somos países laicos, mas na prática, infelizmente, o catolicismo pesa nas decisões do Estado.”

“Espero que a Argentina abra um precedente para outros países da América Latina, porque obviamente não somos o único país em que as mulheres pobres morrem por abortar clandestinamente”

ADPF 442

A ministra Rosa Weber, relatora da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 442, convocou uma audiência pública para debater a criminalização do aborto até a 12ª semana de gestação. O objetivo é que o STF exclua do Código Penal a interrupção da gestação induzida e voluntária nas primeiras 12 semanas.

Marina Ganzarolli diz que a decisão na Argentina é positiva para o Brasil. “O principal impacto é movimentar a esfera pública e o debate na mídia, na família e nas escolas sobre a necessidade de rever a política pública e o acesso aos direitos sexuais reprodutivos das mulheres.”

Dado o atual contexto político do Brasil, no entanto, Marina não acredita que esse direito seja conquistado neste momento. “O STF não quer se colocar na berlinda com tamanha instabilidade política e ainda não tem maioria para ampliar, legalizar e descriminalizar o aborto no Brasil.”

A advogada Vivian Ferreira, também integrante da deFEMde, destaca ainda a falta de tempo hábil para a aprovação de uma pauta como essa antes das eleições e o desinteresse do governo Temer na pauta. “A questão é bastante polêmica e o governo está em uma condição complicada do ponto de vista de legitimidade, com baixíssimo índice de aprovação. Não poderia correr o risco de perder o apoio dos setores conservadores, que o sustentam, a poucos meses do processo eleitoral”, diz.

A audiência pública será realizada no plenário da 1ª Turma do Supremo, nos próximos dias 3 e 6 de agosto, a partir das 8h40.

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Agencias de Modelos BH Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Moda consciente: como ter um guarda-roupa sustentável

Aprenda como ter um guarda-roupa sustentável (Foto: Instagram)Aprenda como ter um guarda-roupa sustentável (Foto: Instagram)

O mundo está mudando e é impossível ignorar que o nosso planeta está cada vez mais soterrado pelo excesso. O desperdício é tanto que a cultura do consumo está mudando aos poucos e a moda têm percebido essa mudança, afinal é um dos mercados mais conhecidos pelos acúmulos. O momento, então, é de pensar em ter um guarda-roupa sustentável. Mas por onde começar?

COMO TER UM GUARDA-ROUPA SUSTENTÁVEL

Investir em uma moda sustentável significa começar pensando, primeiro, em apoiar marcas que tenham uma visão amigável do meio ambiente. Ou seja, que se preocupam tanto com a origem dos materiais que usam, quanto com a mão de obra que confecciona as suas roupas (afinal, conhecemos muitos casos de marcas envolvidas com o trabalho escravo e condições de produção sub-humanas).

Talvez o passo mais assustador na hora de montar um guarda-roupa sustentável seja parar de comprar em marcas de fast fashion, que produzem muito, com condições de trabalho duvidosas e um alto índice de desperdício de materiais. O mote dessa mudança, com certeza, é qualidade acima de quantidade. Ou seja essa é uma mudança que mexe, principalmente, com o seu bolso. Mas, calma, separamos algumas dicas que podem ajudar nesse processo.

1.Quantas vezes você vai usar essa roupa?

Um teste infalível na hora de a adotar uma moda sustentável é comprar com mais consciência. Ou seja, compre apenas a peça de roupa que você tem certeza absoluta que vai usar. Uma dica de Livia Firth, fundadora da Eco Age (uma empresa que certifica marcas pela seu nível de sustentabilidade), é perguntar a si mesma ‘Eu vou usar essa peça pelo menos 30 vezes?’. Se a resposta for um confiante ‘sim!’, compre à vontade. Caso contrário, você já sabe o que fazer.

2.Informe-se!

Nos dias de hoje, é praticamente impossível você falar que não sabe como descobrir se uma marca é sustentável ou não. O truque é pesquisar e se informar antes de fazer uma compra. Muitas marcas grandes, como Stella McCartney, lideram esse movimento e são muito abertas sobre os seus sistemas de produção e uso de materiais ecológicos. Mas existem marcas nacionais que são igualmente transparentes e preocupadas com o meio ambiente. A Insecta Shoes é uma muito conhecida no ramo de calçados, e a Yes I Am Jeans cria modelos clássicos com uma paleta de cores neutras, o que diminui a necessidade de uso de produtos químicos no processo.

3.Experimente os brechós

Os brechós de Instagram já viraram uma sensação entre as mulheres, mas existem inúmeros brechós pela cidade que você pode conhecer e procurar por roupas que vão colaborar para um guarda-roupa consciente. É hora de deixar de lado esse tabu com ‘roupas antigas’ e abrir a mente para a ideia de encontrar verdadeiros achados de moda em brechós de bairro e até aqueles de Igreja, criados para arrecadar fundos.

4.Monte um guarda-roupa atemporal

Ter um armário atemporal significa que as suas roupas não estão ligadas a uma tendência que muda com o tempo – ou seja, independentemente da época, o seu closet continua válido. O atemporal varia de pessoa para pessoa, mas o mais importante é lembrar que essas peças não duram uma única estação (ou seja, não são tendências). Elas ultrapassam qualquer barreira de tempo e se mantém relevantes não importa a estação ou do que está bombando nas passarelas. Isso significa que você evita comprar roupas que vão durar pouquíssimo no seu armário e serão descartadas depois.

5.Cuide das suas roupas

Esse é um detalhe importante. Adotar uma moda sustentável significa comprar menos roupas – por isso, você precisa cuidar bem do que tem. Preste atenção às recomendações de lavagem, guarde as suas peças do jeito correto e preste atenção ao manuseio. Não custa dar aquele passo a mais para que elas durem bastante, certo?

6.Procure uma boa costureira

Muitas vezes, nós descartamos uma roupa porque perdeu um botão, ficou larga ou apertada demais, com a barra desgastada ou alguns fios soltos. Procure uma boa costureira para levar aquelas peças que precisam de pequenos reparos e dê  nova vida para esses modelos – isso também colabora para a durabilidade de uma roupa.

7.Repense como você gasta o seu dinheiro

Se a meta é um guarda-roupa sustentável, então você vai precisar repensar a forma como gasta o seu dinheiro. Agora, como a qualidade é mais importante do que a quantidade, você vai fazer investimentos em peças que vão durar mais tempo e se encaixam na sua noção de um estilo atemporal. Comprar várias blusinhas numa ida ao shopping não é mais uma opção. Ao invés disso, guarde esse dinheiro para comprar uma camisa de qualidade que você gostou muito ou aquela jaqueta incrível que você está namorando há um tempo.

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Modelos lutam por contrato legal contra assédio sexual

Modelos lutam por contrato legal contra assédio sexual (Foto: Getty Images)Modelos lutam por contrato legal contra assédio sexual (Foto: Getty Images)

O universo fashion está prestes a sofrer importantes mudanças. Pelo menos é isso que esperam as mais de 100 modelos que assinaram uma carta aberta pedindo maior proteção e responsabilidade por assédio sexual e agressão dentro da indústria da moda. A iniciativa é do grupo de defesa Model Alliance, liderado pela sua fundadora Sara Ziff, e contou com o apoio de importantes modelos como Edie Campbell, Milla Jovovich, Karen Elson e Elliott Sailors.

A iniciativa ganhou força após surgirem uma série de histórias de abusos na indústria fashion, incentivadas pelas denúncias feitas por atrizes contra o produtor cinematográfico Harvey Weinstein, em outubro de 2017. O movimento pede que um contrato intitulado ‘RESPECT Program’ seja juridicamente assinado entre as modelos, agências, designers e editoras para responsabilizar as pessoas pelos maus tratos às modelos. 

A carta assinada pelas modelos diz: 

“RESPECT Program irá além de abordar atos específicos de assédio sexual. Além disso, também procurará promover um ambiente de trabalho que não seja mais um terreno fértil para o abuso. Todas as empresas do nosso setor dizem que abominam o assédio sexual e querem proteger as modelos disso. Acreditamos que, se uma empresa leva a sério a nossa proteção, ela estará disposta a ir além de meras promessas de fazer melhor e adotar padrões aplicáveis.”

Embora ainda nenhuma agência tenha assinado o contrato, em entrevista recente a revista ‘The Cut’, Sara Ziff disse que teve reuniões importantes com elas e recebeu respostas positivas à ação. Outro ponto importante da iniciativa é, além de proteger as modelos contra os assédios, garantir que elas não fiquem na “lista negra”, ou seja, sem trabalhos; sejam pagas no prazo correto e não fiquem endividadas com as agências de alguma forma que as deixem presas à elas.

O programa garante níveis de punições legais de acordo com as ações realizadas que são contraditórias ao que for proposto. Por exemplo, se uma pessoa for considerada assediadora, quem assinou o contrato não poderá nunca mais trabalhar com ela. “É uma forma das empresas individuais se certificarem de que estão em conformidade e que há consequências reais para as pessoas que abusam de seu poder”, disse Ziff.

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Supreme leiloa seus itens mais raros (tem até uma mala de R$ 297 mil)

Peças da Supreme que serão leiloadas em Paris (Foto: Divulgação)Peças da Supreme que serão leiloadas em Paris (Foto: Divulgação)

Que a Supreme é uma das grifes mais cobiçadas do mundo, você – e as milhares de pessoas que acampam e fazem fila em frente às suas lojas – já sabe. Os fundadores da marca nova-iorquina, também, e, por isso mesmo, eles uniram forças com a casa de leilões Artcurial para colocar à venda os itens mais raros da história da label.

A partir do dia 16 de maio, quem passar por Paris vai poder participar do leilão C.R.E.A.M (uma alusão à música Cash Rules Everything Around Me, do Wu-Tang Clan), que reunirá itens lançados pela Supreme nos últimos 30 anos.

 Supreme x Damien Hirst (Foto: Reprodução) Supreme x Damien Hirst (Foto: Reprodução)

Os lances para peças como camisetas, skates Supreme x Damien Hirst e malas Louis Vuitton x Supreme começam em U$ 1.800, U$ 9.500 e U$ 84.000 (cerca de R$ 297 mil), respectivamente. Uau!

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb SweetyusO Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Extensão de cílios X lifting de cílios: saiba qual é mais indicado para você

Extensão de cílios X lifting de cílios: saiba qual é a melhor opção para você (Foto: Thinkstock)Extensão de cílios X lifting de cílios: saiba qual é a melhor opção para você (Foto: Thinkstock)

Cílios volumosos e curvados destacam qualquer olhar. Além da máscara de cílios, há alguns procedimentos que podem ajudá-la a conquistar cílios poderosos, como a extensão (ou alongamento) – queridinha das celebridades -, em que são colados fios sintéticos nos naturais para um efeito de cílios de boneca; e o outro é o lifting – também conhecido como permanente de cílios -, que se utiliza um gel para deixar os cílios naturais mais curvados e organizados. Carina Arruda, fundadora da Mylash, faz um comparativo entre as técnicas para você escolher a ideal para você.

EXTENSÃO DE CÍLIOS
Requer manutenção de 2 a 4 semanas.
Utiliza fios sintéticos colados nos cílios naturais.
Elimina a necessidade de curvex e máscara de cílios.
Não causa danos nos cílios naturais.
Recomenda-se que sejam escovados diariamente para não embolar.
Existem vários tipos: a cliente escolhe entre mais volume, maior comprimento ou os dois.
É necessário esperar de 24 a 48 horas para molhar os cílios pela primeira vez após a aplicação.
É recomendado evitar esfregar a região para não danificar.
O procedimento dura cerca de 2 horas.
Exige uso de shampoo específico para higienizar a região.

LIFTING DE CÍLIOS
A duração varia de 2 a 3 meses.
Utiliza uma formulação para curvar os cílios naturais.
O uso de máscara de cílios é liberado.
Deixa os cílios mais organizados e brilhantes.
Não entra em contato com a pele, portanto não causa alergia.
Deve-se evitar aplicar água quente nos olhos.
É preciso ter cuidado com a água do mar, pois resseca os cílios.
O procedimento dura cerca de 45 minutos.
Exige o uso de hidratante para a região dos olhos.

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Osklen | São Paulo | N45

Osklen (Foto: Marcelo Salvador)Osklen (Foto: Marcelo Salvador)

Dia especial para Oskar Metsavaht: com o desfile de hoje, o fundador da Osklen consagra uma busca pela moda consciente que começou há 20 anos – a coleção que acaba de cruzar a passarela é 98% sustentável.

“A pesquisa em sustentabilidade é tão inovadora quanto qualquer update tecnológico do momento”, destaca Oskar antes de ressaltar a sequência de matérias-primas ecorresponsáveis que veste a coleção ASAP (As Susteinable As Possible), com peças compostas por algodão reciclado, seda orgânica e couro de pirarucu e salmão, entre outros e-fabrics. “A Osklen é o laboratório de moda para as linhas de pesquisa e desenvolvimento verde comandadas pelo Instituto E. Desta vez, levamos o mesmo expertise eco da coleção high-end para novo rol completo de básicos. É também, no meu olhar, este mix que pede a moda atual”, completa. 

A grife mistura o festivo com o moletom, franjas com o utilitário, pirarucu com alfaiataria, em looks riquíssimos em texturas e naquele capricho desabado que está na essência da Osklen – e que faz bonito além ser sustentável e não por ser sustentável. Bravo!

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Osklen | São Paulo | N45

Osklen (Foto: Marcelo Salvador)Osklen (Foto: Marcelo Salvador)

Dia especial para Oskar Metsavaht: com o desfile de hoje, o fundador da Osklen consagra uma busca pela moda consciente que começou há 20 anos – a coleção que acaba de cruzar a passarela é 98% sustentável.

“A pesquisa em sustentabilidade é tão inovadora quanto qualquer update tecnológico do momento”, destaca Oskar antes de ressaltar a sequência de matérias-primas ecorresponsáveis que veste a coleção ASAP (As Susteinable As Possible), com peças compostas por algodão reciclado, seda orgânica e couro de pirarucu e salmão, entre outros e-fabrics. “A Osklen é o laboratório de moda para as linhas de pesquisa e desenvolvimento verde comandadas pelo Instituto E. Desta vez, levamos o mesmo expertise eco da coleção high-end para novo rol completo de básicos. É também, no meu olhar, este mix que pede a moda atual”, completa. 

A grife mistura o festivo com o moletom, franjas com o utilitário, pirarucu com alfaiataria, em looks riquíssimos em texturas e naquele capricho desabado que está na essência da Osklen – e que faz bonito além ser sustentável e não por ser sustentável. Bravo!

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Couro reaproveitado nas bolsas da Mole Bags!

A marca de bolsas Mole Bags tem um conceito bem bacana por trás do produto: o material, couro, vem do aproveitamento de resíduos da indústria que seriam descartados! O nome dado pelas gaúchas fundadoras Fernanda Daudt e Marcia Garbin vem da maciez e do design atemporal minimalista das bolsas, todas costuradas à mão – são 7 modelos com cores e texturas variadas, mas todos prezando por um desenho mais simplificado, à “menos é mais”.

Campanha da Diesel pede mais amor, não muros!

E a sustentabilidade não fica só no couro em si: as embalagens também levam tecidos de resíduo e o suporte onde elas exibem os itens é de madeira reciclada. Com produção pequena, Fernanda e Marcia ainda conseguem incluir couros especiais no seu mix, como os de píton e pirarucu – tudo de descarte, sempre! E a história é tão legal que em março a Mole Bags foi convidada a participar do SXSW (South by Southwest) em Austin, TX, um dos maiores eventos de tecnologia e economia criativa do mundo! As bolsas podem ser encontradas, em SP, nas lojas MAB Store, Debora Quer, Luca & Jack e Fina Estampa; no Rio, na Casa Ipanema, Wasabi e Papel Craft – e ainda tem outros lugares espalhados pelo Brasil. A marca é tão sucesso que já vende em outras partes do globo também, como NY e no México! Confira tudo na galeria!

Mole Bags: (54) 99123-7848