Michelle Obama fala sobre fake news de Trump: “Colocou minha família em risco”

Michelle Obama posa para a capa da revista americana Elle (Foto: Reprodução/Instagram)Michelle Obama posa para a capa da revista americana Elle (Foto: Reprodução/Instagram)

Capa de dezembro da revista americana “Elle”, Michelle Obama falou sobre os temas espinhosos que abordou em seu recém-lançado livro de memórias, “Becoming”. A ex-primeira dama não deixou de fora Donald Trump, a vida humilde que teve antes do sucesso e a pressão de ser a primeira família negra na presidência dos Estados unidos.

“Nós tínhamos uma vida humilde, mas completa”, disse a ex-primeira dama sobre sua juventude. “[Nossos pais] investiram tudo nós. Minha mãe não ia ao cabeleireiro. Ela não comprava roupas novas para ela. Meu pai trabalhava em turnos. Eu podia vê-los se sacrificando por nós”.

Uma vez no poder, Michelle falou sobre a pressão para ser a primeira família negra a ocupar a Casa Branca. “Nós sentimos a pressão desde o primeiro minuto em que começamos a concorrer”, disse. Mas antes, contou, precisavam convencer os negros de que algo assim poderia acontecer.

Na entrevista, feita por Oprah Winfrey, Michelle menciona ainda uma fake news de Donald Trump a respeito de Obama –quando o atual presidente disse que seu antecessor não havia nascido nos EUA.

“Para ele era um jogo. Mas as ameaças que você enfrenta como presidente são reais. E suas crianças estão em risco”, relatou. “Pensar que uma pessoa enlouquecida poderia ser levada a imaginar que meu marido era uma ameaça à segurança do país […] é algo que quero que o país entenda. Foi imprudente, colocou minha família em perigo, e não era verdade. E ele sabia que não era verdade”.

Michelle continuou dando exemplo de como as ameaças eram verdadeiras. “Um tiro atingiu na Sala Amarela [dentro da Casa Branca] durante nosso mandato. Um lunático chegou e atirou”, contou. “A bala atingiu o canto superior esquerdo de uma janela. Eu vejo até hoje: a janela da Varanda Truman, onde minha família se sentava. Esse era realmente o único lugar onde poderíamos ter espaço ao ar livre. Felizmente, ninguém estava lá fora na época. O atirador foi pego. Mas eu tive que ver aquele buraco de bala como uma lembrança do que vivíamos todos os dias.

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Sônia Nascimento faz parte da história do empoderamento negro

Em abril, o instituto fez 30 anos. O nome Geledés reverencia o poder feminino das deusas, na cultura ioruba. É uma ong feminista, sim, combate o sexismo e a objetificação da mulher. Mas com seu vigoroso fôlego briga por uma sociedade justa. Sem exceção, todos os avanços recentes que pretos e pardos conquistaram têm o empurrão do Geledés – e da advogada Sônia Nascimento, 66 anos, parceira da filósofa Sueli Carneiro na fundação da organização sediada em São Paulo. A dupla começou antes. Era o ano de 1972, ditadura militar, quando se conheceram trabalhando na Secretaria da Fazenda. Sônia ia ao clube dos negros, gostava na música negra, mas ainda não havia politizado o discurso. “Sueli já falava da necessidade de criarmos um grupo para discutir os problemas específicos da raça, o preconceito, as dificuldades que para nós eram muito maiores”, lembra. 

Sônia Nascimento (Foto: Silvana Martins)Sônia Nascimento (Foto: Silvana Martins)

O raciocínio fazia sentido. Sua mãe ficou viúva aos 22 anos, pôs no colo a caçula de 6 meses, deu a mão para Sônia, então com 1 ano e meio, e as levou a um internato, para ela poder trabalhar. Uma freira ia conduzindo as crianças portão adentro, mas a mulher, arrependida, arrancou as filhas, dizendo: “Elas estarão junto de mim onde eu comer e dormir.”

Empregou-se como cozinheira em um setor da Santa Casa de Misericórdia que abrigava bebês rejeitados pelos pais e criou as filhas ali. Exigia que estudassem muito por acreditar que negras só se emancipam com diploma. Aos 16 anos, Sônia recebeu da mãe folhetos de dois candidatos pretos às eleições. Ouviu: “Não conheço. Mas vamos ajudá-los a ganhar, e eles socorrerão os negros, depois”.

Choro pra valer quando vejo na rua essa garotada linda, com seus cabelos enormes, batendo no peito: ‘Sou preta, sim, com orgulho’. Elas sabem o que querem, andam com a autoestima lá em cima. Eu penso: ‘Tenho parte no empoderamento dessas meninas’

Sônia formou-se em direito. Na Ordem dos Advogados do Brasil entrou na comissão da mulher e ia à periferia dar cursos sobre direitos humanos. Acabou conhecendo o projeto de promotoras legais populares, levou a prática para o Geledés e segue capacitando interessadas em atuar nessa função e em tudo mais que empodera os negos.

O impacto do trabalho do instituto: em 1989 o racismo virou crime passível de prisão. “Muito antes, vínhamos discutimos o que queríamos colocar nesta lei, tentando influenciar deputados”, conta. A criação da primeira delegacia de crimes raciais também tem o dedo do Geledés. O mesmo aconteceu na elaboração do Estatuto Racial (2010) e na criação da Lei das Cotas (2012), que dá aos negros acesso às universidades. “Cotas ainda são muito combatidas. Para nós é questão de honra mantê-las”.

O Portal do Geledés fala recorrentemente delas entre inúmeros outros conteúdos sobre negritude, que são reproduzidos por milhares de blogs, discutidos nas escolas e universidades. “Isso me emociona. É a sensação de dever cumprido”, diz a finalista da categoria Sociedade Civil.

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Selva Almada critica peso da religião em legalização de aborto no Brasil

Mulheres argentinas vão às ruas para protestar pela legalização do aborto no país (Foto: Getty Images)Mulheres argentinas vão às ruas para protestar pela legalização do aborto no país (Foto: Getty Images)

“Educação sexual para decidir, anticoncepcionais para não abortar, aborto legal para não morrer”. Foi sob essas palavras de ordem que 129 deputadas e deputados argentinos aprovaram a descriminalização do aborto no país.

Em votação acirrada, indefinida até os últimos minutos, o projeto de lei que defende a legalização da interrupção voluntária da gravidez até a 14ª semana passou pela Câmara dos Deputados, em Buenos Aires, e agora segue para o Senado. “Havendo aprovação no Senado, existe uma terceira instância, a sanção presidencial. O presidente Mauricio Macri já se pronunciou publicamente dizendo que não iria exercer seu direito de veto, mas não há como ter certeza até o fim do processo todo”, explica a advogada argentina Ana Casarin.

Macri tem dez dias para vetar. Se não o fizer, a lei deve ser publicada no Boletim Oficial e, se não for estipulado um prazo diferente no próprio texto, ela passará a ter vigência oito dias após a publicação. “Porém, para o efetivo exercício do direito, para que as mulheres possam ir na rede pública e ter acesso ao aborto num hospital público, de maneira gratuita e segura, a lei ainda precisa ser regulamentada”, esclarece Ana.

Em entrevista, a escritora argentina Selva Almada, que se opõe ao atual governo, disse que Macri fez o que qualquer governante deve fazer: colocar suas crenças pessoais de lado, abrir o debate, permitir que os cidadãos se pronunciem e que os legisladores trabalhem. “Não sei quais são suas razões mais íntimas, e também não me importo. Há algumas horas, 129 deputados votaram a favor da legalização do aborto graças à luta das mulheres nas ruas.”

Uma das convidadas da Feira Literária de Paraty (Flip) deste ano, Almada é autora do livro do livro Garotas Mortas (ed. Todavia, 128 págs., R$ 40,90), investigação sobre três feminicídios que ocorreram na Argentina logo após a redemocratização do país.  

A escritora argentina Selva Almada (Foto: Divulgação)A escritora argentina Selva Almada (Foto: Divulgação)

Mortes maternas

“A clandestinidade mata”, pontuou a deputada argentina Victoria Donda Perez na defesa de seu voto. Seu pensamento é amplamente difundido entre as mulheres do país, que fazem questão de reforçar que essa batalha já vem sendo travada há anos. “Nos últimos meses, o debate se deu aos gritos, em voz alta, mas não começou agora. Podemos dizer que agora tomou a sociedade. Todos e todas nos animamos a falar de algo que era um segredo aberto: o aborto existe, são 500 mil por ano, a questão é descriminalizá-lo”, defende Almada.

Segundo a Anistia Internacional, o aborto é a principal causa de morte materna (quando mulheres morrem durante ou até 42 dias após o término da gestação, independentemente da duração ou localização da gravidez) em 17 das 24 províncias argentinas.

“Apesar de a geração da vida exigir duas pessoas, os ônus da gravidez recaem única e exclusivamente sobre a mulher”, diz a advogada Marina Ganzarolli, fundadora da rede feminista de juristas deFEMde. A descriminalização da prática traria a “melhora dos índices de mortalidade materna e dos indicadores gerais de saúde sexual e reprodutiva das mulheres.”

Do lado de cá da fronteira

No Brasil, o aborto é crime para o qual existem três exceções: quando há risco de morte para a mãe, quando a gravidez é decorrente de estupro e em casos de feto anencéfalo. “Duas delas são legais, escritas no código penal. A terceira foi conquistada por jurisprudência, por decisão do Supremo Tribunal Federal”, explica Marina.

Todas as outras possibilidades são criminalizadas. “Isso faz com que agentes de saúde, médicos e enfermeiros tenham receio de realizar o procedimento, inclusive em casos legais. Muitos alegam objeção de consciência e não garantem a lei. Em alguns estados, essa é a primeira causa da morte materna, como por exemplo na Bahia, que é o estado com mais mulheres negras no Brasil.”

“O aborto já existe para mulheres brancas com privilégios econômicos. Então, quando a gente fala de direito ao aborto, fala de direito à vida”

Para ela, a questão ainda vai além da saúde pública e recai na liberdade e autonomia sobre o corpo. “Um dos mitos que envolvem o debate é que a legalização geraria um aumento no número de procedimentos, o que é a maior falácia do universo. Países que legalizaram o aborto e têm extensas pesquisas baseadas em evidências viram o número cair”, pontua.

Diferentemente da Argentina, pesquisas apontam que o tema do aborto divide opiniões entre a população brasileira, mas a maioria ainda é contra. Um levantamento do Latinobarômetro de 2015 aponta que 50,3% dos brasileiros defendem que o aborto “nunca é justificável”.

Brasileira também protestaram pelos direitos das mulheres em setembro de 2017 (Foto: Getty Images)Brasileira também protestaram pelos direitos das mulheres em setembro de 2017 (Foto: Getty Images)

Selva Almada acredita que o fato se dá pela influência da igreja no país. “Além do enorme peso da igreja católica, vocês também têm a popularidade da igreja evangélica”, diz. Na Argentina, existe uma melhor separação entre a igreja e o Estado. “No papel, somos países laicos, mas na prática, infelizmente, o catolicismo pesa nas decisões do Estado.”

“Espero que a Argentina abra um precedente para outros países da América Latina, porque obviamente não somos o único país em que as mulheres pobres morrem por abortar clandestinamente”

ADPF 442

A ministra Rosa Weber, relatora da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 442, convocou uma audiência pública para debater a criminalização do aborto até a 12ª semana de gestação. O objetivo é que o STF exclua do Código Penal a interrupção da gestação induzida e voluntária nas primeiras 12 semanas.

Marina Ganzarolli diz que a decisão na Argentina é positiva para o Brasil. “O principal impacto é movimentar a esfera pública e o debate na mídia, na família e nas escolas sobre a necessidade de rever a política pública e o acesso aos direitos sexuais reprodutivos das mulheres.”

Dado o atual contexto político do Brasil, no entanto, Marina não acredita que esse direito seja conquistado neste momento. “O STF não quer se colocar na berlinda com tamanha instabilidade política e ainda não tem maioria para ampliar, legalizar e descriminalizar o aborto no Brasil.”

A advogada Vivian Ferreira, também integrante da deFEMde, destaca ainda a falta de tempo hábil para a aprovação de uma pauta como essa antes das eleições e o desinteresse do governo Temer na pauta. “A questão é bastante polêmica e o governo está em uma condição complicada do ponto de vista de legitimidade, com baixíssimo índice de aprovação. Não poderia correr o risco de perder o apoio dos setores conservadores, que o sustentam, a poucos meses do processo eleitoral”, diz.

A audiência pública será realizada no plenário da 1ª Turma do Supremo, nos próximos dias 3 e 6 de agosto, a partir das 8h40.

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Agencias de Modelos BH Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Selva Almada critica peso da religião em legalização de aborto no Brasil

Mulheres argentinas vão às ruas para protestar pela legalização do aborto no país (Foto: Getty Images)Mulheres argentinas vão às ruas para protestar pela legalização do aborto no país (Foto: Getty Images)

“Educação sexual para decidir, anticoncepcionais para não abortar, aborto legal para não morrer”. Foi sob essas palavras de ordem que 129 deputadas e deputados argentinos aprovaram a descriminalização do aborto no país.

Em votação acirrada, indefinida até os últimos minutos, o projeto de lei que defende a legalização da interrupção voluntária da gravidez até a 14ª semana passou pela Câmara dos Deputados, em Buenos Aires, e agora segue para o Senado. “Havendo aprovação no Senado, existe uma terceira instância, a sanção presidencial. O presidente Mauricio Macri já se pronunciou publicamente dizendo que não iria exercer seu direito de veto, mas não há como ter certeza até o fim do processo todo”, explica a advogada argentina Ana Casarin.

Macri tem dez dias para vetar. Se não o fizer, a lei deve ser publicada no Boletim Oficial e, se não for estipulado um prazo diferente no próprio texto, ela passará a ter vigência oito dias após a publicação. “Porém, para o efetivo exercício do direito, para que as mulheres possam ir na rede pública e ter acesso ao aborto num hospital público, de maneira gratuita e segura, a lei ainda precisa ser regulamentada”, esclarece Ana.

Em entrevista, a escritora argentina Selva Almada, que se opõe ao atual governo, disse que Macri fez o que qualquer governante deve fazer: colocar suas crenças pessoais de lado, abrir o debate, permitir que os cidadãos se pronunciem e que os legisladores trabalhem. “Não sei quais são suas razões mais íntimas, e também não me importo. Há algumas horas, 129 deputados votaram a favor da legalização do aborto graças à luta das mulheres nas ruas.”

Uma das convidadas da Feira Literária de Paraty (Flip) deste ano, Almada é autora do livro do livro Garotas Mortas (ed. Todavia, 128 págs., R$ 40,90), investigação sobre três feminicídios que ocorreram na Argentina logo após a redemocratização do país.  

A escritora argentina Selva Almada (Foto: Divulgação)A escritora argentina Selva Almada (Foto: Divulgação)

Mortes maternas

“A clandestinidade mata”, pontuou a deputada argentina Victoria Donda Perez na defesa de seu voto. Seu pensamento é amplamente difundido entre as mulheres do país, que fazem questão de reforçar que essa batalha já vem sendo travada há anos. “Nos últimos meses, o debate se deu aos gritos, em voz alta, mas não começou agora. Podemos dizer que agora tomou a sociedade. Todos e todas nos animamos a falar de algo que era um segredo aberto: o aborto existe, são 500 mil por ano, a questão é descriminalizá-lo”, defende Almada.

Segundo a Anistia Internacional, o aborto é a principal causa de morte materna (quando mulheres morrem durante ou até 42 dias após o término da gestação, independentemente da duração ou localização da gravidez) em 17 das 24 províncias argentinas.

“Apesar de a geração da vida exigir duas pessoas, os ônus da gravidez recaem única e exclusivamente sobre a mulher”, diz a advogada Marina Ganzarolli, fundadora da rede feminista de juristas deFEMde. A descriminalização da prática traria a “melhora dos índices de mortalidade materna e dos indicadores gerais de saúde sexual e reprodutiva das mulheres.”

Do lado de cá da fronteira

No Brasil, o aborto é crime para o qual existem três exceções: quando há risco de morte para a mãe, quando a gravidez é decorrente de estupro e em casos de feto anencéfalo. “Duas delas são legais, escritas no código penal. A terceira foi conquistada por jurisprudência, por decisão do Supremo Tribunal Federal”, explica Marina.

Todas as outras possibilidades são criminalizadas. “Isso faz com que agentes de saúde, médicos e enfermeiros tenham receio de realizar o procedimento, inclusive em casos legais. Muitos alegam objeção de consciência e não garantem a lei. Em alguns estados, essa é a primeira causa da morte materna, como por exemplo na Bahia, que é o estado com mais mulheres negras no Brasil.”

“O aborto já existe para mulheres brancas com privilégios econômicos. Então, quando a gente fala de direito ao aborto, fala de direito à vida”

Para ela, a questão ainda vai além da saúde pública e recai na liberdade e autonomia sobre o corpo. “Um dos mitos que envolvem o debate é que a legalização geraria um aumento no número de procedimentos, o que é a maior falácia do universo. Países que legalizaram o aborto e têm extensas pesquisas baseadas em evidências viram o número cair”, pontua.

Diferentemente da Argentina, pesquisas apontam que o tema do aborto divide opiniões entre a população brasileira, mas a maioria ainda é contra. Um levantamento do Latinobarômetro de 2015 aponta que 50,3% dos brasileiros defendem que o aborto “nunca é justificável”.

Brasileira também protestaram pelos direitos das mulheres em setembro de 2017 (Foto: Getty Images)Brasileira também protestaram pelos direitos das mulheres em setembro de 2017 (Foto: Getty Images)

Selva Almada acredita que o fato se dá pela influência da igreja no país. “Além do enorme peso da igreja católica, vocês também têm a popularidade da igreja evangélica”, diz. Na Argentina, existe uma melhor separação entre a igreja e o Estado. “No papel, somos países laicos, mas na prática, infelizmente, o catolicismo pesa nas decisões do Estado.”

“Espero que a Argentina abra um precedente para outros países da América Latina, porque obviamente não somos o único país em que as mulheres pobres morrem por abortar clandestinamente”

ADPF 442

A ministra Rosa Weber, relatora da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 442, convocou uma audiência pública para debater a criminalização do aborto até a 12ª semana de gestação. O objetivo é que o STF exclua do Código Penal a interrupção da gestação induzida e voluntária nas primeiras 12 semanas.

Marina Ganzarolli diz que a decisão na Argentina é positiva para o Brasil. “O principal impacto é movimentar a esfera pública e o debate na mídia, na família e nas escolas sobre a necessidade de rever a política pública e o acesso aos direitos sexuais reprodutivos das mulheres.”

Dado o atual contexto político do Brasil, no entanto, Marina não acredita que esse direito seja conquistado neste momento. “O STF não quer se colocar na berlinda com tamanha instabilidade política e ainda não tem maioria para ampliar, legalizar e descriminalizar o aborto no Brasil.”

A advogada Vivian Ferreira, também integrante da deFEMde, destaca ainda a falta de tempo hábil para a aprovação de uma pauta como essa antes das eleições e o desinteresse do governo Temer na pauta. “A questão é bastante polêmica e o governo está em uma condição complicada do ponto de vista de legitimidade, com baixíssimo índice de aprovação. Não poderia correr o risco de perder o apoio dos setores conservadores, que o sustentam, a poucos meses do processo eleitoral”, diz.

A audiência pública será realizada no plenário da 1ª Turma do Supremo, nos próximos dias 3 e 6 de agosto, a partir das 8h40.

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Agencias de Modelos BH Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Mariana Weickert sobre dificuldade na amamentação: “Me senti a pior das mães”

Top e saia Chanel (Foto: Gil Inoue)Top e saia Chanel (Foto: Gil Inoue)

Theresa nasceu dois dias depois do aniversário de 36 anos de Mariana Weickert, no dia 19 de fevereiro de 2018, em um parto natural em um hospital de São Paulo. “Estou vivendo o melhor momento da minha vida. Olho para ela e penso como a maternidade pode ser tão linda e absurda, como o amor que sinto é imenso. Tudo parece encaixado. Não tive depressão pós-parto, meu casamento vai bem. Se tivesse adiantado o plano de ser mãe, talvez não estivesse pronta para viver isso com a entrega que tenho hoje. Claro que não tenho mais a energia dos 20 anos para correr atrás de criança, o corpo volta mais devagar… Mas quer saber? Não estou nem aí.”

VIDA REAL
Ainda atenta ao vaivém da bombinha, Mari detalha os primeiros momentos da vida com a pequena. “O parto foi lindo, natural, mas tive muitos, muitos problemas para amamentar.” Explica que a menina nasceu com sucção imatura e no terceiro dia de vida começou a tomar o leite materno – e o industrializado – na mamadeira. “A amamentação foi minha primeira frustração da maternidade”, afirma. “Todo mundo diz que é a coisa mais maravilhosa que existe. Não é. É foda. Me senti a pior das mães, um monstro, porque não tinha leite o suficiente para minha filha”, desabafa. “Quando me entregaram Theresa na maternidade, senti um enorme senso de responsabilidade. Fiquei  tão tensa com essa história do leite que não consegui curti-la. Ficava plugada na máquina de ordenha, não dava banho nem trocava fralda.”

Foi a babá, Nilza, quem a ajudou. “Quando a nenê tinha duas semanas, ela me disse: ‘Viva tua filha’. Aquilo me impactou. No dia seguinte, a agarrei. Foi ali que comecei… [chora]. O amor é uma construção. Para mim, não foi avassalador no primeiro dia”, explica. “Com o tempo, me permiti errar. Hoje, cada minuto que ela passa no meu peito é uma vitória. Tento produzir a maior quantidade possível, dou o meu melhor”, diz, com a mamadeira cheia de leite nas mãos. “Pode até não ser suficiente, mas é tudo o que posso dar.”

Trench coat Burberry (Foto: Gil Inoue)Trench coat Burberry (Foto: Gil Inoue)Mari Weickert e Theresa na casa da apresentadora, no Rio de Janeiro, onde aconteceu a sessão de fotos para Marie Claire (Parca à La Garçonne, Body Hope) (Foto: Gil Inoue)Mari Weickert e Theresa na casa da apresentadora, no Rio de Janeiro, onde aconteceu a sessão de fotos para Marie Claire (Parca à La Garçonne, Body Hope) (Foto: Gil Inoue)Vestido Dolce & Gabbana (Foto: Gil Inoue)Vestido Dolce & Gabbana (Foto: Gil Inoue)

Edição de moda Larissa Lucchese / Produção-executiva Vandeca Zimmermann / Beleza: Daniel Hernandez (MLages) com produtos Chanel (Maquiagem) e Redken (Cabelo) / Styling: André Puertas / Assistente de beleza: Otávio Almeida / Assistentes de fotografia: Shopia Linares, Renato Gonçalves e Paulo Pompeia / Tratamento de imagem: Bruno Rezende

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Meghan Markle pode ser indicada ao Emmy por sua participação em “Suits”

Meghan Markle (Foto: Getty Images)Meghan Markle (Foto: Getty Images)

Quebrando paradigmas desde que entrou na família real, Meghan Markle pode inovar mais uma vez e ser o primeiro membro da realeza a ganhar um Emmy, o mais prestigioso prêmio concedido à programas e profissionais de televisão. Isso porque a ex-atriz, e agora Duquesa de Sussex, foi nscrita pela emissora USA Network para concorrer ao papel de melhor atriz coadjuvante pelo seu trabalho como Rachel Zane na série “Suits”.

A notícia já foi confirmada por um representante do canal aos portais internacionais, mas a lista oficial com as indicadas ao prêmio só será anunciada no dia 12 de julho. Durante as seis temporadas de “Suits”, nenhum dos outros atores foram indicados para nenhuma categoria. Meghan participou da produção por sete anos, despedindo-se no final de 2017, pouco antes de anunciar seu noivado com o Príncipe Harry. O último episódio em que Meghan aparece foi exibido em abril, um mês antes do casal oficializar a cerimônia.

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Mistura fina: Estampas indianas, artesanato nacional invadem apê

Ana na cadeira Charles Eames, ao lado da mesa da marcenaria Baraúna e de vasos da Selvvva (Foto: Christian Maldonado)Ana na cadeira Charles Eames, ao lado da mesa da marcenaria Baraúna e de vasos da Selvvva (Foto: Christian Maldonado)

Pouco antes de se mudar com as irmãs, Thais e Lia, de Andradina, no interior de São Paulo, para a capital, há dez anos, Ana Carranca foi visitar a Ásia. Para forrar os móveis da casa nova, comprou os ikat (técnica em que os fios são tingidos antes de virarem tecido) mais bonitos que encontrou pela Indonésia. Mas, quando entrou no apartamento de 185 metros quadrados na Rua Oscar Freire, vitrine das principais grifes internacionais, desistiu de vestir almofadas e decidiu fazer roupas. Estava criada a Cru Ateliê, loja virtual com peças que combinam a expertise dos artesãos indianos com o design contemporâneo feito no Brasil. “Minha marca tem total conexão com o estilo da minha casa”, diz Ana Carranca, hoje com 30 anos.

A sala com móveis Vintage (Foto: Christian Maldonado)A sala com móveis Vintage (Foto: Christian Maldonado)Detalhe da entrada (Foto: Christian Maldonado)Detalhe da entrada (Foto: Christian Maldonado)

Para entender melhor esse conceito, basta entrar no lavabo do apartamento onde Ana vive e secar as mãos com panos azuis e verdes usados para fazer quimonos; ou deparar, no closet, com o sari indiano que virou duas calças. Como em sua moda, motivos asiáticos, artesanato e toques de brasilidade estão por todos os cantos do imóvel, construído nos anos 70. Isso quer dizer que uma imagem de Iemanjá comprada em Trancoso nas últimas férias pode dividir o quarto com um quadrinho kitsch que estampa o desenho de um bebê shiva. “Adoro objetos de gosto duvidoso.” A caixa de som toca Caetano Veloso no ambiente enfeitado com a foto de uma paisagem que ela mesma fez no Butão. “Não sou dessas que acham que tudo em um único tom faz um item vermelho acender”, diz. Ao contrário. “Quanto mais misturo estampas e cores, mais as coisas se destacam na decoração.”

Mesa de jantar com tronco dos anos 70 (Foto: Christian Maldonado)Mesa de jantar com tronco dos anos 70 (Foto: Christian Maldonado)

Para abrigar as três irmãs, a planta do apartamento passou por uma drástica reforma comandada pelo arquiteto André Vainer. A cozinha diminuiu e a sala, que parece ainda maior por causa das janelas de ponta a ponta, ganhou mais espaço. Antes usado como passagem, o corredor que liga os quartos à área de estar foi fechado com uma porta de correr e virou sala de televisão. As únicas partes da casa que permaneceram intactas foram os três dormitórios. “Um é acervo, o outro é meu, e o terceiro é onde meu namorado deixa as coisas dele”, conta a estilista. Apesar de, há seis anos, oficialmente morar só com o buldogue francês Paçoca (que durante este ensaio fotográfico estava na creche), o músico Lourenço Rebetez, 32 anos, passa grande parte do tempo por lá. “Ele não liga nada nada para design. Acha tudo meio bobeira.”

Cozinha de laca colorida (Foto: Christian Maldonado)Cozinha de laca colorida (Foto: Christian Maldonado)

A ideia de pintar os móveis da marcenaria Baraúna com laca rosa, laranja e amarela surgiu de uma viagem ao México realizada antes da mudança, ainda com as irmãs. Pontuado por marcas de design contemporâneas à sua – os vasos da loja de plantas Selvvva, o painel da Lurca, que faz peças inspiradas na tradicional azulejaria brasileira, o banco do MoBu, ateliê que produz mobiliário urbano. O décor ultracolorido tem uma trégua nos móveis em preto, branco e nude. São réplicas de cadeiras assinadas por Sergio Rodrigues e de clássicos de Charles Eames, como a poltrona que leva seu nome, todas com design vintage. “Isso é coisa da minha mãe.” Assim como o tronco que serve de base para a mesa de vidro, garimpado na fazenda de uma amiga na década de 70, e os quadros que ela e seu marido ganharam de artistas próximos – todos com dedicatórias.

Bebê Shiva na cabeceira da cama (Foto: Christian Maldonado)Bebê Shiva na cabeceira da cama (Foto: Christian Maldonado)

A próxima coleção de Ana, lançada no próximo mês, virá com estampas criadas por ela e confeccionadas à mão em Jaipur, na Índia, em modelagens simples. E, provavelmente, vestirá a turma mais cool da cidade. “É uma delícia ver meu estilo traduzido na minha casa e no meu trabalho.” Como uma coisa que só é única porque já se misturou um bocado.”

A estilista em seu quarto (Foto: Christian Maldonado)A estilista em seu quarto (Foto: Christian Maldonado)

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Mistura fina: Estampas indianas, artesanato nacional invadem apê

Ana na cadeira Charles Eames, ao lado da mesa da marcenaria Baraúna e de vasos da Selvvva (Foto: Christian Maldonado)Ana na cadeira Charles Eames, ao lado da mesa da marcenaria Baraúna e de vasos da Selvvva (Foto: Christian Maldonado)

Pouco antes de se mudar com as irmãs, Thais e Lia, de Andradina, no interior de São Paulo, para a capital, há dez anos, Ana Carranca foi visitar a Ásia. Para forrar os móveis da casa nova, comprou os ikat (técnica em que os fios são tingidos antes de virarem tecido) mais bonitos que encontrou pela Indonésia. Mas, quando entrou no apartamento de 185 metros quadrados na Rua Oscar Freire, vitrine das principais grifes internacionais, desistiu de vestir almofadas e decidiu fazer roupas. Estava criada a Cru Ateliê, loja virtual com peças que combinam a expertise dos artesãos indianos com o design contemporâneo feito no Brasil. “Minha marca tem total conexão com o estilo da minha casa”, diz Ana Carranca, hoje com 30 anos.

A sala com móveis Vintage (Foto: Christian Maldonado)A sala com móveis Vintage (Foto: Christian Maldonado)Detalhe da entrada (Foto: Christian Maldonado)Detalhe da entrada (Foto: Christian Maldonado)

Para entender melhor esse conceito, basta entrar no lavabo do apartamento onde Ana vive e secar as mãos com panos azuis e verdes usados para fazer quimonos; ou deparar, no closet, com o sari indiano que virou duas calças. Como em sua moda, motivos asiáticos, artesanato e toques de brasilidade estão por todos os cantos do imóvel, construído nos anos 70. Isso quer dizer que uma imagem de Iemanjá comprada em Trancoso nas últimas férias pode dividir o quarto com um quadrinho kitsch que estampa o desenho de um bebê shiva. “Adoro objetos de gosto duvidoso.” A caixa de som toca Caetano Veloso no ambiente enfeitado com a foto de uma paisagem que ela mesma fez no Butão. “Não sou dessas que acham que tudo em um único tom faz um item vermelho acender”, diz. Ao contrário. “Quanto mais misturo estampas e cores, mais as coisas se destacam na decoração.”

Mesa de jantar com tronco dos anos 70 (Foto: Christian Maldonado)Mesa de jantar com tronco dos anos 70 (Foto: Christian Maldonado)

Para abrigar as três irmãs, a planta do apartamento passou por uma drástica reforma comandada pelo arquiteto André Vainer. A cozinha diminuiu e a sala, que parece ainda maior por causa das janelas de ponta a ponta, ganhou mais espaço. Antes usado como passagem, o corredor que liga os quartos à área de estar foi fechado com uma porta de correr e virou sala de televisão. As únicas partes da casa que permaneceram intactas foram os três dormitórios. “Um é acervo, o outro é meu, e o terceiro é onde meu namorado deixa as coisas dele”, conta a estilista. Apesar de, há seis anos, oficialmente morar só com o buldogue francês Paçoca (que durante este ensaio fotográfico estava na creche), o músico Lourenço Rebetez, 32 anos, passa grande parte do tempo por lá. “Ele não liga nada nada para design. Acha tudo meio bobeira.”

Cozinha de laca colorida (Foto: Christian Maldonado)Cozinha de laca colorida (Foto: Christian Maldonado)

A ideia de pintar os móveis da marcenaria Baraúna com laca rosa, laranja e amarela surgiu de uma viagem ao México realizada antes da mudança, ainda com as irmãs. Pontuado por marcas de design contemporâneas à sua – os vasos da loja de plantas Selvvva, o painel da Lurca, que faz peças inspiradas na tradicional azulejaria brasileira, o banco do MoBu, ateliê que produz mobiliário urbano. O décor ultracolorido tem uma trégua nos móveis em preto, branco e nude. São réplicas de cadeiras assinadas por Sergio Rodrigues e de clássicos de Charles Eames, como a poltrona que leva seu nome, todas com design vintage. “Isso é coisa da minha mãe.” Assim como o tronco que serve de base para a mesa de vidro, garimpado na fazenda de uma amiga na década de 70, e os quadros que ela e seu marido ganharam de artistas próximos – todos com dedicatórias.

Bebê Shiva na cabeceira da cama (Foto: Christian Maldonado)Bebê Shiva na cabeceira da cama (Foto: Christian Maldonado)

A próxima coleção de Ana, lançada no próximo mês, virá com estampas criadas por ela e confeccionadas à mão em Jaipur, na Índia, em modelagens simples. E, provavelmente, vestirá a turma mais cool da cidade. “É uma delícia ver meu estilo traduzido na minha casa e no meu trabalho.” Como uma coisa que só é única porque já se misturou um bocado.”

A estilista em seu quarto (Foto: Christian Maldonado)A estilista em seu quarto (Foto: Christian Maldonado)

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

SPFW: tops revelam como preparam o corpo para um desfile de moda praia

Isabelli Fontana (Foto: Thibe)Isabelli Fontana (Foto: Thibe)

Com a correria dos trabalhos e o cansaço, Isabeli Fontana confessa que, ultimamente, não tem malhado muito – nem mesmo antes de um desfile da moda praia. “Mas estou fazendo bastante ioga”, conta a top no backstage do desfile da Água de Coco no SPFW.

A prática que ela aderiu recentemente – e diz que tem funcionado muito – é o jejum intermitente, em que você passa algumas horas sem comer e, segundo especialistas, traz muitos benefícios. “O jejum de 14 a 16 horas dá uma desinchada. A primeira coisa que sai é a celulite, porque ajuda a desinflamar o corpo. Mas não sou maluca e faço todos os dias. Fiz por alguns dias, mas hoje, por exemplo, não fiz”.

Renata Kuerten (Foto: Thibe)Renata Kuerten (Foto: Thibe)

Quando o assunto é preparação do corpo para um desfile de beachwear, cada modelo tem seus segredos. Enquanto Isabeli é mais light em relação à malhação, Renata Kuerten diz que está sempre se exercitando – até mesmo antes de subir na passarela, quando faz agachamentos no backstage mesmo. “Dizem que é mito, mas não é, porque você ativa o músculo que está acostumada a malhar, então ele fica mais marcadinho”, conta ela, que uma semana antes do desfile também muda sua alimentação. “Evito gordura, fritura e como mais grelhados, legumes, saladinha e tomo muita água!”

A mudança na alimentação também é um dos segredos de Barbara Fialho, que há anos desfila para a Victoria’s Secret. “Uns 4 dias antes, começo a cortar carboidrato. Eu adoro comer um misto de manhã, por exemplo, mas nesses dias anteriores ao desfile eu corto o pão. No geral, diminuo os carboidratos como pão, macarrão, batata…”

Barbara Fialho (Foto: Thibe)Barbara Fialho (Foto: Thibe)

Sobre alimentação, Carol Trentini prefere manter um equilíbrio. “Se eu exagero um dia, no outro dou uma segurada. Não gosto muito da palavra dieta, porque eu como de tudo”, afirma a top, que se preparou para o desfile na última semana. “Estava de férias semana passada: comi, bebi, e não malhei, então nessa semana eu dei uma intensificada.”  

Carol Treintini (Foto: Thibe)Carol Treintini (Foto: Thibe)

Carol Francischini acredita que o exercício que faz regularmente é suficiente para preparar o corpo. “Há seis meses, comecei a malhar pelo menos meia hora. Antes eu não era assim, malhava só quando dava. Mas a idade vai chegando e a gente precisa de um pouco mais”, diz a top de 29 anos. “Gosto muito de correr, fazer luta, vejo vídeos de exercícios no Youtube para fazer em casa e também comecei a praticar ioga.” O truque que Carol recorre para entrar na passarela “mais durinha” é passar spray de cabelo no bumbum. “Para as fotos ajuda muito!”

Carol Francischini (Foto: Thibe)Carol Francischini (Foto: Thibe)

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

SPFW: tops revelam como preparam o corpo para um desfile de moda praia

Isabelli Fontana (Foto: Thibe)Isabelli Fontana (Foto: Thibe)

Com a correria dos trabalhos e o cansaço, Isabeli Fontana confessa que, ultimamente, não tem malhado muito – nem mesmo antes de um desfile da moda praia. “Mas estou fazendo bastante ioga”, conta a top no backstage do desfile da Água de Coco no SPFW.

A prática que ela aderiu recentemente – e diz que tem funcionado muito – é o jejum intermitente, em que você passa algumas horas sem comer e, segundo especialistas, traz muitos benefícios. “O jejum de 14 a 16 horas dá uma desinchada. A primeira coisa que sai é a celulite, porque ajuda a desinflamar o corpo. Mas não sou maluca e faço todos os dias. Fiz por alguns dias, mas hoje, por exemplo, não fiz”.

Renata Kuerten (Foto: Thibe)Renata Kuerten (Foto: Thibe)

Quando o assunto é preparação do corpo para um desfile de beachwear, cada modelo tem seus segredos. Enquanto Isabeli é mais light em relação à malhação, Renata Kuerten diz que está sempre se exercitando – até mesmo antes de subir na passarela, quando faz agachamentos no backstage mesmo. “Dizem que é mito, mas não é, porque você ativa o músculo que está acostumada a malhar, então ele fica mais marcadinho”, conta ela, que uma semana antes do desfile também muda sua alimentação. “Evito gordura, fritura e como mais grelhados, legumes, saladinha e tomo muita água!”

A mudança na alimentação também é um dos segredos de Barbara Fialho, que há anos desfila para a Victoria’s Secret. “Uns 4 dias antes, começo a cortar carboidrato. Eu adoro comer um misto de manhã, por exemplo, mas nesses dias anteriores ao desfile eu corto o pão. No geral, diminuo os carboidratos como pão, macarrão, batata…”

Barbara Fialho (Foto: Thibe)Barbara Fialho (Foto: Thibe)

Sobre alimentação, Carol Trentini prefere manter um equilíbrio. “Se eu exagero um dia, no outro dou uma segurada. Não gosto muito da palavra dieta, porque eu como de tudo”, afirma a top, que se preparou para o desfile na última semana. “Estava de férias semana passada: comi, bebi, e não malhei, então nessa semana eu dei uma intensificada.”  

Carol Treintini (Foto: Thibe)Carol Treintini (Foto: Thibe)

Carol Francischini acredita que o exercício que faz regularmente é suficiente para preparar o corpo. “Há seis meses, comecei a malhar pelo menos meia hora. Antes eu não era assim, malhava só quando dava. Mas a idade vai chegando e a gente precisa de um pouco mais”, diz a top de 29 anos. “Gosto muito de correr, fazer luta, vejo vídeos de exercícios no Youtube para fazer em casa e também comecei a praticar ioga.” O truque que Carol recorre para entrar na passarela “mais durinha” é passar spray de cabelo no bumbum. “Para as fotos ajuda muito!”

Carol Francischini (Foto: Thibe)Carol Francischini (Foto: Thibe)

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model